Boas práticas nas campanhas de e-mail marketing - Blog Raffcom
 Boas práticas nas campanhas de e-mail marketing

Boas práticas nas campanhas de e-mail marketing

Já ouvi muito aquela história do fim do e-mail devido a quantidade de spams que recebemos diariamente, pois bem, esse dia ainda não chegou e as campanhas de e-mail marketing continuam sendo uma ferramenta poderosíssima de marketing digital, que pode trazer ótimos resultados a curto prazo!

Diferente do spam, o e-mail marketing não pode ser invasivo, ou seja, ser enviado sem a autorização do usuário ou ter intenção maliciosa. Por isso, foram criadas algumas regras que tratam de classificar os e-mails como maliciosos ou não. E neste post abordaremos as  boas práticas que devem ser aplicadas nas campanhas, a fim de  passar pelos filtros anti spam e obter resultados satisfatórios.

Tenha uma lista Opt-in

lista-opt-in-campanhas-de-e-mail-marketing Boas práticas nas campanhas de e-mail marketing

Uma prática que ocorre no universo de e-mail marketing é a compra de listas de contato. Se você ainda é iniciante e pretende começar comprando uma lista, desista! As pessoas dessa lista não estão interessadas no seu negócio, o primeiro contato irá ocorrer através do envio de um e-mail e, de certa forma, ela não optou por recebê-lo.

Há muitas maneiras de se conseguir uma lista, no entanto. Uma delas é adicionar um formulário de cadastro com campos para nome e e-mail no seu site ou blog. É importante que este campo contenha uma frase informando o tipo de conteúdo que será enviado após o cadastro, como “Coloque o seu e-mail ao lado para receber as atualizações do blog!”

Assim, todas as pessoas que se cadastrarem serão opt-in, ou seja, optaram por receber aquele conteúdo.

Saudação inicial é importante!

lista-opt-in-campanhas-de-e-mail-marketing Boas práticas nas campanhas de e-mail marketing

Quando você chega na casa de um amigo a primeira coisa que faz é cumprimentá-lo. Bom, assim espero. No e-mail também devemos cumprimentar os novos contatos, cadastrados de imediato. Porém, não é possível realizar isso manualmente, pois você não saberá o momento exato em que o usuário se cadastrou.

Para realizar essa façanha, utiliza-se a automatização de e-mail. Os gerenciadores de e-mail mais conhecidos possuem este recurso para que quando um contato seja adicionado à lista, ele receba um e-mail automático de pré cadastrado.

Fique ligado nos descadastros

lista-opt-in-campanhas-de-e-mail-marketing Boas práticas nas campanhas de e-mail marketing

É possível que, em determinado momento, alguns contatos não se interessem mais pelo seu conteúdo. E quando isso acontecer, é importante disponibilizar um link para essa pessoa se descadastrar da lista.

Além disso, procure criar um formulário simples, evidenciando alguns pontos que fizeram essa pessoa se descadastrar. Dessa forma você saberá o motivo e poderá alterar as próximas campanhas para ter mais sucesso e diminuir o número de descadastros (opt-out).

Algumas ferramentas de gerenciamento de e-mail criam esta mensagem automaticamente, e, por isso, a forma de alterar esta mensagem é diferente em cada ferramenta.

No Mailee.me, você só precisa adicionar a seguinte linha no código html:

<p><a  class=”unsubscribe” href=”#”> Clique aqui</a> se não quiser receber nossos emails. </p>

Segmentar as campanhas é essencial

lista-opt-in-campanhas-de-e-mail-marketing Boas práticas nas campanhas de e-mail marketing

Algo já abordado em outros posts aqui do blog, é a segmentação das campanhas. Ela é uma ótima maneira de diminuir os números de spam e opt-out, além de aumentar a taxa de abertura e cliques em seu e-mail.

Trate de igual para igual

Todo mundo gosta de ser tratado pelo nome e  no e-mail não é diferente. Por isso, tente sempre adicionar as informações do seu contato, como exemplo: “Olá, Marcos! Ficamos sabendo que você se cadastrou em nossa newsletter!”

Mas você dever estar se perguntando: nem todos se chamam Marcos, como faço para saudar todos os contatos, então? É simples, muitas ferramentas de gerenciamento de e-mail permitem isto apenas escrevendo [PRIMEIRONOME] no assunto ou corpo da mensagem. Mas procure certificar-se de que esta é a forma correta para a ferramenta que você utiliza.

Uma maneira de captar essas informações é adicionar um campo obrigatório de nome e e-mail em seu formulário do site ou blog, como já mencionamos anteriormente.

Cutuque seu contato periodicamente

Distribua as suas campanhas no mês ou semana de modo a criar um padrão, sem  esgotar os contatos e gerando um relacionamento saudável. Tenha em mente que não é legal enviar muitos e-mails, já que os contatos podem ficar irritados e optar pelo não recebimento das suas mensagens.

Envie no máximo dois e-mails por semana. Cada envio precisa, ao menos, de três dias de “respiro” até um novo envio.      

Capriche nos templates

Ofereça uma experiência agradável e conduza seus contatos a interagir com as suas campanhas. Veja aqui um post de como criar excelentes templates de e-mail marketing.  

Provoque o seu contato com pouco texto

lista-opt-in-campanhas-de-e-mail-marketing Boas práticas nas campanhas de e-mail marketing

Antes mesmo da mensagem, a primeiro coisa com a qual o usuário terá contato é o assunto do seu e-mail. Desta maneira, crie títulos que incentivem a abertura e nunca vá direto ao ponto, informando “já de cara” do que se trata o conteúdo.

Madhu Gulati, presidente da empresa de automação de marketing ShowMeLeads, realizou uma pesquisa com 260 milhões de e-mails, de 540 campanhas, para determinar o tamanho ideal do assunto. A resolução foi a seguinte:

– Assunto com 5 a 10 palavras geraram uma taxa de abertura de 21%;
– Assunto com 5 ou menos palavras geraram uma taxa de abertura de 16%;
– Assunto com 11 a 15 palavras geraram uma taxa de abertura de 14%.

Agora fica o desafio, crie assuntos curtos e provocantes!

Preheader

Se você é um iniciante em e-mail marketing, precisa saber que algo muito importante, o preheader, pode ter passado despercebido em suas primeiras campanhas. Em muitos softwares de e-mail (MS Outlook, Apple Mail, Yahoo!, Mail (iPhone), Gmail App (mobile) e Inbox, do Gmail (versões mobile e webmail), aparece uma pré visualização de texto logo após o assunto. Esse texto é chamado de preheader e é um ótimo aliado do assunto, podendo completá-lo e incentivar ainda mais a abertura da mensagem.

Para adicioná-lo no e-mail, sem que este fique visível no corpo, utilize o seguinte código html como primeira linha de texto:

<div style=”display:none;font-size:1px;line-height:1px;max-height:0px;max-width:0px;opacity:0;overflow:hidden; mso-hide: all;”>

Acessibilidade e problemas de carregamento

É possível que aconteçam problemas de carregamento ou lentidão na rede de alguns contatos. Caso isso aconteça é importante utilizar o atributo “alt” nas imagens. O atributo será encarregado de gerar um texto alternativo capaz de criar uma informação visual acessível. Um deficiente visual por exemplo, irá escutar a informação contida no atributo “alt”.

Utilize o atributo da seguinte forma:

<img src=”aqui_vai_a_imagem_jpg” alt=”cães passeando no parque” style=”display:block; border:0;” />

Saiba escrever!

lista-opt-in-campanhas-de-e-mail-marketing Boas práticas nas campanhas de e-mail marketing

Parece estranho, mas você precisa evitar a utilização de certas palavras e frases no seu e-mail, tais como:

– Trabalhe em casa;
– Para retirar seu e-mail da lista;
– Divulgue sua/seu;
– Fala sobre não perder tempo;
– 24 Horas;
– Contém “de/para sua empresa”;
– Contém a palavra “hospedagem”;
– Contém a palavra “hospedagem” no Subject;
– Subject: xx kg.

No site Akna.info você encontra uma lista completa de frases e palavras que deve evitar.

Algumas dicas gerais para o melhor desenvolvimento do seu e-mail marketing

  1. O ideal é que o layout não ultrapasse 600 px de largura. Assim evita-se a rolagem horizontal;
  2. Use sempre a ferramenta slice do Photoshop e faça recortes em blocos horizontais;
  3. Evite mesclar colunas e linhas pelos atributos rowspan e colspan, já que eles não são suportados pelo Microsoft Outlook 2007. Isso irá prejudicar a renderização correta da mensagem (neste caso use tabela dentro de tabela);
  4. Para otimizar a entrega das mensagens, desenvolva o código HTML para que tenha até 30 kb (evita pontuar no ranking de spam);
  5. Não esqueça de preencher a tag <title> do documento HTML. Muitas ferramentas antispam verificam o conteúdo desta tag e, caso ela esteja vazia ou preenchida com expressões suspeitas, sua mensagem pode ser pontuada como spam;
  6. Teste seu template em diversos clientes de e-mail.

E estas foram algumas prática que você pode aderir para ter ótimos resultados em suas campanhas de e-mail marketing!

Espero que tenha gostado e até o próximo post! ;D

                         lista-opt-in-campanhas-de-e-mail-marketing Boas práticas nas campanhas de e-mail marketing

José Augusto 

Analista de E-mail Marketing

blog@raffcom.com.br


Cadastre seu e-mail

Coloque o seu e-mail ao lado para receber as atualizações do blog!

Fique tranquilo, pois nós também odiamos spam. Seu endereço de e-mail não será vendido ou compartilhado.

Continue lendo

O que vai mudar para anunciantes com as novas reações do Facebook?

Nas últimas semanas os profissionais de mídias sociais entraram em polvorosa quando o Mark Zuckeberg anunciou que o botão “curtir” não seria o suficiente para expressar nossos sentimentos em determinadas publicações, com este anúncio logo surgiu a especulação sobre o botão de “não curti”, porém nesta última semana foi anunciado os botões de reações, agregando […]

Como melhorar sua lista de e-mail marketing

O sucesso do e-mail marketing é atrelado a diversos fatores, entre eles, a captação de contatos e a capacidade de gerar leads. Uma lista de e-mail marketing sólida e totalmente opt-in é essencial para alcançar os resultados. Muitos sites acabam não dando importância à criação da base de e-mails. Na maioria das vezes deixam apenas um campo […]

O que é Web Analytics?

Depois de entender como o Business Intelligence (BI) pode auxiliar gestores e empresas na elaboração de estratégias mais assertivas, agora é hora de conhecer as maneiras de medir a experiência dos usuários online em sites, com o Web Analytics. POR QUE ANALISAR O TRÁFEGO DE UM SITE? Há inúmeros fatores, que levam as empresas a […]