A importância do Funil de Conversões no Google Analytics
 A importância do Funil de Conversões no Google Analytics

A importância do Funil de Conversões no Google Analytics

O objetivo de toda empresa é vender, seja um produto, um serviço, uma ideia ou um valor. Dentro de um site isso não é diferente. Um e-commerce quer que os clientes concluam suas compras, um site institucional busca a captação de leads e uma empresa de softwares deseja que os visitantes baixem seu programa. O que muitas vezes é ignorado é o caminho realizado pelo cliente até realizar sua conversão. Para acompanhar este processo, podemos configurar o funil de conversão no Google Analytics, cadastrando todo o caminho realizado pelo usuário até a conversão, mensurando a quantidade de usuários que entram no funil x a quantidade de usuários que convertem.

ilustracao-funil-conversao

Para configurar o funil, é necessário acessar sua conta no Google Analytics, clicar em ”Administrador” e na coluna “Visualizar” clicar em “Metas”. Caso você já tenha a meta cadastrada, clique nela. Se você ainda não tem, crie uma nova. Em seguida, selecione o modelo mais adequado a sua conversão, nomeie sua meta e defina seu tipo como “Destino”. Em “Detalhes da meta”, coloque a url de confirmação de conversão (a página que aparece quando o usuário finaliza sua conversão, como “obrigado por entrar em contato” ou “seu pedido foi finalizado com sucesso”). Você também pode atribuir um valor para a meta, que é opcional.

Finalmente chegamos ao funil de conversão. Você pode cadastrar quantas etapas achar necessário e o ideal é não marcar como “Obrigatório”, assim teremos dados de usuários que entram no funil durante as etapas. Para cadastrar as etapas, é necessário pensar como o usuário, identificando quais as páginas do site ele acessa até chegar a página de conclusão de meta. Por exemplo: tenho um e-commerce e, ao realizar uma compra em meu site, o cliente acessa o carrinho, configura o frete, configura o pagamento, confirma a compra e chega a página de conclusão de compras. Todo esse processo pode ser criado no funil, inserindo os links das páginas em cada etapa. É importante lembrar que a última etapa, que é a página de conclusão de conversão, não precisa ser inserida no funil, já que a meta está sendo configurada com ela e ela está automaticamente no final do processo de conversão.

configurando-funil-convesao

Com o funil configurado você consegue identificar erros nas páginas do processo de conversão, analisando a taxa de desistência dos usuários durante o processo, se existe alguma etapa que entra um volume maior de usuários que o início do funil e promover melhorias em seu site. Você também pode compartilhar esta meta com as outras visualizações criadas de acordo com as fontes de tráfego (se você ainda não fez isso, aprenda como fazer clicando aqui), para identificar o caminho de conversão dos usuários segmentado por origem.

Por hoje é isso, caso tenha alguma dúvida ou sugestão deixe seu comentário. Um abraço e até a próxima!

Cadastre seu e-mail
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Coloque o seu e-mail ao lado para receber as atualizações do blog!
Fique tranquilo, pois nós também odiamos spam. Seu endereço de e-mail não será vendido ou compartilhado.
Continue lendo

Você realmente sabe fazer campanhas no Instagram?

Sua empresa já utiliza o Instagram? Confira as dicas que preparamos para você aperfeiçoar suas campanhas no Instagram e melhorar os resultados nessa rede social. O Instagram é a rede social que mais cresce desde 2015. Em  abril deste ano alcançou o total de 700 milhões de contas ativas. Sendo 45 milhões só no Brasil. […]

Vaga para Executivo de Contas

Você quer ver os resultados do seu trabalho sendo comprovados com dados, estatísticas e métricas? Então essa vaga é perfeita para você! Atividades Ativação de novos clientes com essência digital; Manutenção da carteira de clientes ativos; Aplicação da metodologia comercial proposta pela agência; Gestão completa da saúde estratégica do cliente dentro da agência; Mapeamento de oportunidades […]

Tearing Down The Wall: Como Roger Waters e o Pink Floyd me deram a maior lição sobre comunicação de toda a minha vida

Faz parte do cotidiano de todo profissional criativo, procurar novas referências, fontes de inspirações e tendências que o ajudarão em suas criações, como já exploramos aqui quando falamos sobre o repertório criativo, porém, no último dia 29 de setembro, fui atingido em cheio, para minha surpresa, por algo que conheci por toda a minha vida. […]