Anúncios de Google Shopping, saiba como estruturar - Blog Raffcom
 Anúncios de Google Shopping, saiba como estruturar

Anúncios de Google Shopping, saiba como estruturar

O Google Shopping é uma modalidade de anúncios que funciona como uma vitrine virtual, onde as lojas exibem seus produtos, a partir de palavras-chaves buscadas. Com isso seus produtos são exibidos em uma fileira de destaque. Logo acima dos resultados de busca do Google.

Sabendo que o Google é o maior e mais utilizado buscador online, o Google Shopping torna-se uma das melhores ferramentas de promoção e venda de produtos. Por isso, é extremamente relevante que a sua empresa esteja presente nesse canal.

Onde São Criadas as Campanhas de Shopping?

onde-sao-criadas-as-campanhas-de-shopping-Google-Shopping

O Google Shopping é um modelo de campanha que só pode ser criado dentro da plataforma do Google AdWords. Para isso, é necessário que você tenha uma conta no Google Merchant Center. E esta deverá estar vinculada a sua conta do Google AdWords.

Fazendo analogia com uma loja física convencional, o Google Merchant Center seria seu estoque, o Google Adwords seu vendedor e o Google Shopping sua vitrine.

O que é o Google Merchant Center?

google-merchant-center-Google-Shopping

O Google Merchant Center é uma ferramenta do Google que auxilia no envio de dados dos seus produtos de sua loja online, para que possam ser exibidos no Google Shopping.

Com isso, suas campanhas de Shopping farão uma busca no seu feed de produtos a fim de obter algumas informações, como imagens, descrições, preços e outros atributos considerados importantes pela ferramenta. Então, pode se dizer que o Merchant Center é o intermediador dos produtos do seu website, com as campanhas de shopping do Google AdWords.

Como criar uma Conta no Google Merchant Center?

Para criar uma conta no Merchant Center, recomenda-se a utilização do mesmo e-mail utilizado em sua conta do Google AdWords, a fim de facilitar a vinculação. Após a realização de todas as configurações iniciais, é necessário confirmar e reivindicar sua URL, através da inserção de uma Tag de HTML na home do seu website.

Após esse procedimento você deverá fazer o upload do seu feed para que o Google Merchant Center consiga ler as informações dos seus produtos. Para que estes, por sua vez, possam ser exibidos no Shopping.

Lembre-se apenas de que não será possível exibir produtos no Google Shopping se o seu website não estiver reivindicado corretamente ou seu feed de produtos estiver incorreto.

Como vincular minha Conta do Google Merchant Center com a do AdWords?

É necessário que o proprietário da conta do Google Merchant Center envie uma solicitação de vinculação para a conta do Google AdWords. Com isso, só será necessário ter um acesso administrativo à conta do Google AdWords e aceitar a solicitação de vínculo.

Após esse processo, seu feed já aparecerá quando suas campanhas de shopping forem criadas.

Qualidade do Feed

Para que os itens do Google Merchant Center sejam exibidos no Google Shopping, não somente é necessário que as contas estejam vinculadas, como também é necessário respeitar as políticas de exibição do Google Shopping para cada país. Além de determinadas especificações, para que nenhum produto tenha sua exibição prejudicada.

Essas especificações são uma forma do Google incentivar os anunciantes a terem um feed organizado e padronizado na exibição do Google Shopping.

Para tanto existem três categorias de restrições indicadas no Google Merchant Center. São elas:

Erros

São problemas mais sérios que causam a reprovação do item ou até mesmo a suspensão da sua conta. O que consequentemente impossibilita a exibição do produto no Google Shopping.

Avisos

Os avisos não causam reprovação da conta, nem mesmo dos produtos. No entanto, eles reduzem consideravelmente o desempenho dos produtos. Isso faz com que o anunciante tenha que pagar mais por melhores posições de seu anúncio, em comparação a um concorrente com um feed “saudável”.

Notificações

As notificações são sugestões de otimizações dos produtos. Elas não causam reprovações ou redução de desempenho, nem mesmo são obrigatórias. Portanto são apenas sugestões que o Google recomenda.

Criando uma Campanha de Shopping no Google AdWords

criando-uma-nova-campanha-de-shopping-Google-Shopping

Após o processo de vinculação da conta do Merchant Center, você poderá iniciar a estruturação de sua campanha no Google Shopping.

No nível campanha, você precisa iniciar com a escolha das cidades de segmentação, sua estratégia de lances, valor de CPC, orçamento diário e o método de exibição. Estas são informações que todos os modelos de campanha possuem e, desta maneira, devem ser escolhidos com bastante atenção, sempre levando em consideração sua persona e o histórico da conta (se houver).

Quando uma campanha é criada, é padrão que o Google AdWords coloque automaticamente todos os produtos do seu feed em um grupo de anúncio. Mas é importante que seja feita uma seleção de produtos, já que, geralmente, o orçamento não possibilita a exibição de todos os seus produtos e categorias do seu website, sempre que forem buscados. Ou seja, na criação dos grupos de anúncios, é importante organizá-los por modelos, categorias, maiores descontos ou algum grupo específico que gostaria de promover.

Mas, para que haja um controle ainda mais preciso do investimento, o recomendado é dispor de campanhas distintas para modelos e categorias de produtos diferentes. Essa divisão é importante por conta da alocação de investimento, já que campanhas com modelos ou categorias de produtos diferentes proporcionam um melhor controle do investimento. Assim, será possível investir mais em campanhas com produtos que possuem maior receptividade pelo seu público alvo, aumentando as chances de gerar conversões.

Portanto, ao unir um feed com especificações corretas a uma boa estruturação de campanha, é bem provável que você possibilite ao anunciante o alcance dos seus objetivos. Mas lembre-se de que o recomendado é não fazer alterações significativas nas campanhas antes de um mês, que é o período mínimo de “maturação”.

Ficou alguma dúvida? Envie para a gente!

                         césar henrique becher analista de links patrocinados - Anúncios de Google Shopping, saiba como estruturar

César Henrique Becher

Analista de Links Patrocinados

blog@raffcom.com.br

Cadastre seu e-mail
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Coloque o seu e-mail ao lado para receber as atualizações do blog!
Fique tranquilo, pois nós também odiamos spam. Seu endereço de e-mail não será vendido ou compartilhado.
Continue lendo

Estratégia em redes sociais: você está conversando com seu público-alvo

Conhecer a fundo o perfil do público-alvo — suas necessidades, desejos e motivações — é primordial para o desenvolvimento de qualquer estratégia em redes sociais de sucesso. No entanto, para muitas empresas, “acertar o tom” da conversa ainda é um grande desafio. Afinal, antes de investir em táticas de venda e apresentação do produto, é […]

Google AdWords apresenta Novo Visual na Sua Interface

A atualização tem como foco principal agilizar a gestão de links patrocinados, já que a cada atualização fica mais agradável administrar campanhas na plataforma. Nosso departamento de Marketing Digital aprovou as mudanças e afirma que a cada alteração no dashboard, o Google Adwords consegue efetuar alterações que melhoram significativamente a execução no desenvolvimento das campanhas […]

7 dicas para dar adeus ao Spam

Para quem está pegando o trem agora, vale relembrar que o envio de e-mail marketing é uma prática bastante tradicional e que gera resultados satisfatórios quando feito da forma certa. Além de elevar a taxa de cliques, também aumenta as conversões e gera clientes fiéis. Entretanto, nem tudo é magia por aqui. Com grandes conversões […]

Por que utilizar estratégias de links patrocinados

Muito bem! Agora que você já sabe o que são links patrocinados e até aprendeu, passo a passo, como criar uma campanha, deve estar se perguntando: “Por que utilizar estratégias de links patrocinados?”. A resposta é muito mais simples do que realmente parece ser. Basta fazer uma relação com o seu próprio dia a dia […]