Como fazer Social Analytics? Blog Raffcom - Agência Full Service
 Como fazer Social Analytics?

Como fazer Social Analytics?

Agora que você conheceu o significado desta área, que vai muito além do monitoramento de mídias sociais (MMS), é hora de entender como fazer Social Analytics. A principal mudança que ocorreu nos últimos anos, principalmente a partir de 2010, foi a relevância que as tarefas de inteligência ganharam para os negócios.

Old Social Analytics Analyst: trabalho humano “manual” de categorizar posts em sistemas de monitoramento.
New Social Analytics Analyst: trabalho com auxílio da inteligência artificial (AI), com uso de Big Data e análise de dados (Business Intelligence).

Se você se identificou com algum desses perfis, continue acompanhando o post, pois iremos apresentar o retrato dos profissionais que trabalham nesta área e também as multi possibilidades de atuação. Vamos lá?

PERFIL DO PROFISSIONAL DE INTELIGÊNCIA

Na pesquisa O profissional de inteligência de mídias sociais no Brasil – 2016, elaborada pela Analista de Inteligência Ana Claudia Zandavalle, buscou-se gerar informações estratégicas para os profissionais de agências e definir o perfil de quem trabalha com o Social Analytics. Ao todo, foram 368 pessoas entrevistadas.

Vamos conhecer quem são esses profissionais?

Dados demográficos (região)

– 59% (média 217 pessoas) Sudeste;
– 14% (média 51 pessoas) Sul;
– 13% (média 48 pessoas) Nordeste;
– 10% (média 37 pessoas) Centro-Oeste;
– 4% (média 15 pessoas) Norte.

Obs.: A região Sudeste continua concentrando o maior número de profissionais do ramo.

Dados demográficos (gênero)

– 52% gênero feminino;
– 48% gênero masculino.

Obs.: As mulheres continuam dominando o mercado.

Dados demográficos (faixa etária)

– 48% (média 177 pessoas) 26 a 32 anos;
– 32% (média 118 pessoas) 18 a 25 anos;
– 14% (média 51 pessoas) 33 a 39 anos;
– 6% (média 22 pessoas) 40 a 46 anos;
– 1% (média 4 pessoas) 47 a 54 anos.

Obs.: 80% dos profissionais são relativamente novos, pertencentes à geração X e Y.

Formação e estudos (graduação que fizeram)

– 48% (média 22 pessoas) Outros;
– 27% (média 99 pessoas) Publicidade e Propaganda;
– 18% (média 66 pessoas) Jornalismo;
– 7% (média 26 pessoas) Relações Públicas.

Obs.: A área que prevalece é do conhecimento em Ciências Sociais Aplicadas.

Campo de atuação (áreas que mais participam da rotina de trabalho)

– 74% Planejamento;
– 61% Conteúdo;
– 46% Mídia;
– 39% Projetos;
– 39% Atendimento;
– 39% Criação;
– 20% Outros.

Obs.: As horas de trabalho deste profissional são, em sua maioria, destinadas ao planejamento e à produção de conteúdo.

Com o auxílio dos dados levantados, iremos personificar esse profissional por meio de uma buyer persona. Ela se chamará Ana Tereza.

BUYER PERSONA: ANA TEREZA

como-fazer-Social-Analytics

Ana tem 27 anos e mora em São Paulo. Atualmente, está de emprego novo em uma agência de marketing digital de médio porte, na região Oeste da capital. É formada em Publicidade e Propaganda e atua como Social Analytics Analyst. Sua rotina diária é focada em planejamento, produção de conteúdo e análise de dados.

Com relação aos seus interesses e ideais, ela é super antenada aos acontecimentos do meio político, novas tecnologias e campanhas de grandes marcas.

Ela tem opinião formada e defende seu ponto de vista a respeito daquilo que acredita. Nas suas redes sociais é possível entender um pouco mais sobre sua personalidade.

ATIVIDADES DE UM SOCIAL ANALYTICS ANALYST

No começo, o principal objetivo do MMS era relacionamento, ou seja, análise da presença dos usuários nas redes sociais e manifestação de opinião sobre produtos/serviços.

Com o passar do tempo, outros objetivos e interesses surgiram, como a identificação de vendas, leads, prospects, comparação de concorrentes, além do fornecimento de insumo para o desenvolvimento de novos produtos.

PRINCIPAIS ATIVIDADES

  1. Análises: Análise de reações, sentimentos e desejos referente a produtos, marcas, pessoas, campanhas e assuntos;
  2. SAC 2.0: Acompanhamento de demandas para o atendimento, dúvidas, críticas ou sugestões;
  3. Trends: Identificação de tendências e comportamentos de consumo dos usuários;
  4. Crises: Identificação e acompanhamento de crises/ameaças;
  5. Novas oportunidades: identificação de oportunidades de ações reativas e proativas;
  6. Persona: Definição de buyer persona;
  7. Influencer: Identificação de influenciadores, detratores e/ou públicos;
  8. Território: Análise de regiões com maior número de ocorrências;
  9. Relatório: Criação de um relatório comparando com o mês anterior e destacando evolução e mudanças de ocorrências;
  10. Metas: Definição dos principais KPI’s e potencial de crescimento de seguidores.

Atualmente, a mensuração e a análise de métricas têm sido duas das principais atividades desenvolvidas pelos profissionais da área. Elas são vistas pelas empresas como auxílio às áreas de planejamento/pesquisa, produção de conteúdo, mensuração de mídia entre outras funções.

Bom, chegamos ao fim de mais um post! E agora que você conhece as principais atividades de um profissional de inteligência, já é possível dar o start nessa área.

Como dica, faça testes e avalie o desempenho de cada ação. Nunca tome algo como verdade absoluta, aplique novos métodos conforme a evolução do comportamento e o interesse do público-alvo. Somente assim você estará por dentro da dinâmica do mercado.

Fique de olho nas próximas postagens e aprenda mais sobre o universo fascinante das mídias sociais.

Até logo mais! :)

REFERÊNCIAS

Monitoramento e pesquisa em mídias sociais
Insightee
Tarcizio Silva
Ana Claudia Zandavalle

Natan Amboni de Souza Analista de Business Intelligence

Natan Amboni de Souza

Analista de Business Intelligence

blog@raffcom.com.br

Cadastre seu e-mail
Coloque o seu e-mail ao lado para receber as atualizações do blog!
Fique tranquilo, pois nós também odiamos spam. Seu endereço de e-mail não será vendido ou compartilhado.
Continue lendo

3 exemplos de pesquisa Etnográfica

Depois que você aprendeu os processos da pesquisa etnográfica aplicada às mídias sociais, chegou a hora de conhecer alguns estudos da área que descrevem o comportamento de um determinado grupo através da antropologia. No Blog da Débora Zanini tem várias informações sobre práticas etnográficas, cursos, eventos e estudos para você se aprofundar nessa temática. Separamos […]

Como contar histórias com a arte do Storytelling (Parte 2/2)

Na primeira parte desse texto, explicamos os arquétipos e a importância dessa ferramenta para a criação de uma boa história e de um bom personagem. Agora é hora de explicar o conceito da Jornada do Herói, que serve de espinha dorsal para inúmeras obras da ficção e não ficção. Lançado em 1949, com o livro […]

6 Dicas para montar um excelente template de E-mail Marketing

A concepção de um template de E-mail Marketing pode ser um tanto quanto árdua, devido a quantidade de limitações que encontramos para criá-lo. Basta um simples erro para nos tornarmos spammers e você não vai querer que seus e-mails caiam em uma Blacklist, não é mesmo?! Para montá-los, será necessário contar com o auxílio de […]