3 exemplos de pesquisa Etnográfica - Blog Raffcom
 3 exemplos de pesquisa Etnográfica

3 exemplos de pesquisa Etnográfica

Depois que você aprendeu os processos da pesquisa etnográfica aplicada às mídias sociais, chegou a hora de conhecer alguns estudos da área que descrevem o comportamento de um determinado grupo através da antropologia.

No Blog da Débora Zanini tem várias informações sobre práticas etnográficas, cursos, eventos e estudos para você se aprofundar nessa temática. Separamos três estudos, com objetivos distintos, para você visualizar como a etnografia pode ajudar na criação de um projeto e/ou produto.

1 #CICLOFAIXAPAULISTA

Em 2015, a Prefeitura de São Paulo inaugurou a primeira ciclofaixa na avenida mais famosa da cidade, a Paulista. Essa implementação gerou uma grande repercussão nas redes sociais, com muitas pessoas a favor e outras contra a ideia.

Vários debates se deram pela cidade, até que se intensificaram nas redes sociais, principalmente Twitter e Facebook. Por esses motivos, foi realizado um estudo para entender o comportamento e percepção das pessoas nas redes sociais. A pesquisa foi realizada pela Débora Zanini e João Paulo Belucci.

ANÁLISE NO TWITTER

– Período de coleta de dados: 4 dias;
– Número de usuários envolvidos: 2.586 users;
– Número de tweets: 26.734 tweets;
– Palavras-chave de busca: ciclovia ou ciclofaixa;
– Objetivo da análise: identificar os principais influenciadores da temática e as redes de apoiadores e críticos à ciclovia.

Concluiu-se que o perfil do @haddad_fernando foi o que mais influenciou as pessoas na rede, ocupando a parte central do grafo (imagem acima), além de estar ligado diretamente ao tema ciclofaixa.

Outro ponto notado, foi que os ativistas (a favor da ciclofaixa) se uniram para compartilhar da mesma ideia, formando as interconexões mais populosas.

ANÁLISE NO FACEBOOK PARA PESQUISA ETNOGRÁFICA

– Período de coleta de dados: 8 dias;
– Número de páginas analisadas: 17 páginas;
– Número de posts analisados: 186 posts;
– Número de usuários envolvidos: 35.183 users;
– Objetivo da análise: identificar os principais grupos formados, a disseminação do conteúdo, a relevância dos influenciadores e o tipo de conteúdo comentado.

Foi verificado, também, que o comportamento dos usuários no Facebook mostrou-se mais a favor das ciclofaixas na cidade de São Paulo do que o contrário. Além da hipótese que foi levantada, de que o tema está mais associado à figura do Fernando Haddad do que ao governo do município.

2 #POLARIZAÇÃOEXTREMISMO

Em Harvard, o professor Cass Sunstein conduziu uma pesquisa, separando dois grupos de estudantes para debater sobre determinado tema, no caso políticas públicas específicas, como casamento gay e ações afirmativas.O objetivo dessa observação foi verificar se as pessoas são influenciadas por outras com os seus mesmos ideais.

Isso porque, como aponta Eli Pariser, autor do livro The Filter Bubble “Consumir informações que corroborem com suas ideias de mundo é fácil e prazeroso; consumir informações que nos desafiem a pensar de novas formas ou questionar nossas presunções é frustrante e difícil.”

No resultado do debate, foi observado que as pessoas tinham ideais bem distintas antes de se conhecerem e, logo após a discussão, o grupo de conservadores e liberais deram opiniões mais extremistas e polarizadas.

A imagem acima representa como estamos fadados a consumir informações que são do nosso interesse, principalmente, no universo das redes sociais. Cerca de 60% das pessoas, que estão nas redes sociais tendem a receber informações relacionadas ao seu interesse, ou seja, a probabilidade é grande dela não consumir notícias que as desafiem ou saiam da sua zona de conforto.

3 #VITÓRIADOTRUMP

Já era previsto e certo, que Donald Trump seria o mais novo presidente dos Estados Unidos. Isso, porque nas mídias sociais a sua influência e poder eram bem maiores do que os de Hillary Clinton.

vitoria-do-trump-pesquisa-etnografica

Na imagem acima foi analisado o número de menções feitas por hora e das reações (positiva ou negativa) a respeito dos candidatos. O índice de Trump estava 119% maior do que o de Clinton.

vitoria-do-trump-pesquisa-etnografica

Já esse gráfico, mostra a tendência das menções feitas por minuto no estado da Flórida. Trump levava 6 postagens positivas contra 3. Isso aconteceu também em outros estados do território norte-americano, como Pensilvânia e Ohio. A estatística nacional ficou 1,4 x 1,2 em favor de Trump.

Em suma, a análise de mídia social preditiva pode ser mais precisa e poderosa do que as pesquisas tradicionais. Portanto, é relevante dar atenção aos estudos de comportamento nas redes sociais.

Veja mais do estudo aqui.

O mercado nunca esteve tão atento ao interesse, opinião e comportamento das pessoas. As redes sociais são fontes relevantes de coleta de dados e informações, que podem ser aproveitadas para fazer previsões e descobertas.

As técnicas etnográficas auxiliam você a extrair ao máximo dados que podem contribuir para a criação do seu produto ou para a melhoria de um processo.

Aposte nas pesquisas comportamentais, elas vão nortear a construção de um projeto mais coerente e estratégico. Continue acompanhando as próximas postagens e, caso você conheça outra pesquisa etnográfica, compartilhe conosco.

Nos vemos em breve!

Natan Amboni de Souza Analista de Business Intelligence

Natan Amboni de Souza

Analista de Business Intelligence

blog@raffcom.com.br

Cadastre seu e-mail
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Coloque o seu e-mail ao lado para receber as atualizações do blog!
Fique tranquilo, pois nós também odiamos spam. Seu endereço de e-mail não será vendido ou compartilhado.
Continue lendo

O que é preciso para Escrever Bem?

Muitas pessoas têm dificuldades para expor suas ideias por escrito, seja na composição do texto, ou na parte gramatical. Mas é possível sim escrever cada vez melhor e transmitir suas ideias com cada vez mais facilidade, em parte devido a técnicas e, principalmente, através de prática. Para as técnicas, existe uma infinidade de livros sobre […]

Você sabe o que é o Formato Masthead no Youtube?

Esse formato é uma opção disponível para explorar (comercialmente) o Youtube. Sabemos que os vídeos são parte do dia a dia dos usuários conectados à internet, quem busca assistir um vídeo, certamente irá buscá-lo no Youtube. Além de ser a maior plataforma de carregamento e compartilhamento de vídeos do mundo e o segundo principal buscador […]

Qual é a sua bagagem? Entenda a importância do repertório cultural no processo criativo

Quando se fala em criação, a bagagem de cada um é uma ferramenta valiosa e indispensável. Tudo o que você assiste, escuta ou lê, faz parte do seu repertório cultural. E quanto mais você faz essas coisas, mais recursos terá na hora de criar. Uma boa ideia pode vir de qualquer parte. Um trecho de música, a […]