Flat design: A simplicidade se tornou uma evolução!

A poluição vem afetando as pessoas de formas sistemática e crescente através de décadas a perder de vista, e ela não vem somente em forma de poeira e sujeira, mas sim, também, poluição visual. A poluição visual pode ser vista por todos os lados, desde diversos painéis eletrônicos e outdoors espalhados pelas cidades, sites em que você entra para comprar algo – e devido ao excesso de informações acaba desistindo pois não é possível realizar uma ação rápida – e até mesmo o layout utilizado em seu telefone e computador. Essa poluição visual atualmente vem sendo combatida pelos defensores do estilo chamado de Flat Design.

Em meio a diversos tipos de elementos a serem pensados, como o UX Design – principalmente trazidos por conta do avanço tecnológico em que vivemos diariamente, e que acaba trazendo necessidade e oportunidade de uso – o Flat Design chama atenção por fazer parte de um avanço no que percebemos como importante para nossas tomadas de decisão. Após o uso do skeumorfismo – elemento muito importante na adaptação das pessoas para com a interface digital, utilizando metáforas com objetos do dia a dia – há a compreensão que a complexificação exagerada dos designs acabam por tirar um pouco da facilidade e funcionalidade objetiva de sites, ícones e softwares. Mas afinal, como poderíamos definir Flat Design?

O que é Flat Design?

A distinção trazida por este tipo de design é justamente seus elementos de simplicidade e clareza, ou seja, com traços geométricos – comumente quadrados, retângulos e círculos – e suas características planas e claras. Os elementos 3D, desenhos que tentam aproximar-se o máximo possível da realidade não tem espaço no flat design, sendo utilizadas outras técnicas para chamar atenção. Falando de sites, a atenção é destacada justamente pela praticidade dele, normalmente com uma cor única em um espectro mais saturado ou brilhante, escolha da tipografia mais séria, dando ênfase com o jogo entre letras maiúsculas e minúsculas – ao contrário de botões, faixas, pop-ups, e uma grande mistura de cores. Já falando sobre logos, é possível ver a referência à objetos da realidade, mas sem tentar tornar os elementos demasiadamente similares.

Principais características do Design Plano

  • Paleta de cores saturadas e vibrantes;
  • Tipografia com muita importância;
  • Sem exagero em elementos como sombras e gradientes;
  • Simplificação de elementos – utilização de negrito para destacar, ao invés de um botão pulsante, por exemplo.

Vantagens de utilizar o Flat Design

  • Minimalista, portanto, de rápida compreensão;
  • Rápido carregamento, quando necessário uso da internet;
  • Fácil adaptação ao mobile ou desktop;
  • Maior usabilidade devido ao layout clean;
  • Formas geométricas expressam confiança e clareza.

Flat Design é o futuro?

flat-design-is-the-future

Com a dinâmica das modificações que nos cercam, desde a evolução do marketing até os avanços tecnológicos, essa é uma pergunta impossível de responder com total certeza. O que se tem muita confiança é de que o design plano ainda tem muito chão para correr e vai se desenvolver ainda mais. A expectativa é que outros elementos ainda sejam agregados a este tipo de layout, como a inserção de elementos em alguns casos ou maior simplificação em outros.

Agora que você já entendeu o que é o Flat Design e o que ele pode trazer de benefício para você ou sua empresa fica mais fácil compreender a mudança de design do logo da Google em 2015 para este perfil mais minimalista, ou mesmo porque a cada geração seu smartphone muda os ícones das aplicações que você mais utiliza, deixando-as mais simples. 

A Raffcom possui profissionais capacitados para avaliar qual modelo de projeto possa ser adaptado para o Flat Design. Entre em contato para mais informações.