O que são campanhas de Display no Adwords, veja aqui - Blog Raffcom
 O que são campanhas de Display no AdWords?

O que são campanhas de Display no AdWords?

As campanhas de Display no AdWords estão sendo cada vez mais utilizadas na maioria das estratégias e planejamentos de mídia online. E para conseguirmos extrair todo o potencial desta poderosa ferramenta, precisamos entender melhor o que ela é e como ela funciona.

Redes do Google

O Google possui 3 redes básicas atualmente: a rede de pesquisa, utilizada efetivamente na busca do Google e em sites parceiros, que também engloba o Google Shopping; o YouTube, utilizado para promoção de vídeos; e a rede de display, utilizada como forma de visibilidade e branding, através de anúncios gráficos exibidos na rede de display do Google.

A Rede de Display do Google

rede de display campanhas de display no adWords - O que são campanhas de Display no AdWords?

A rede de display do Google é um meio extremamente importante de visibilidade e conhecimento de sua marca. Atualmente a rede possui um alcance de 90% de todo o tráfego mundial da internet. Ou seja, ela é usada por quem quer buscar maior visibilidade para a marca e/ou produtos.

Se você é vendedor de produtos de beleza e quer que os usuários conheçam seu e-commerce, por exemplo, através da rede de display do Google, você poderá chamar a atenção do público, segmentando sites de “Entusiastas de Beleza”, a fim de impactar consumidores com interesse naquele assunto para que conheçam sua loja e, possivelmente, adquiram seus produtos.

Porque anunciar na Rede de Display do Google?

Você já deve ter ouvido a expressão “quem não é visto, não é lembrado”. É a partir dessa premissa que ressaltamos a importância da rede de display.

A rede de display é comumente utilizada para aumentar a quantidade de tráfego do site sem, necessariamente, ser um meio direto de conversão, já que seu objetivo está intimamente relacionado ao branding. Portanto é de suma importância que a sua marca esteja lá, durante a navegação do usuário, principalmente para sites e marcas novas.

Como segmentar?

Na rede de display existem múltiplas formas de realizar uma segmentação. E, para isso, é importante definir um perfil de consumidor final, caracterizado como persona.

Esse perfil é construído através de pesquisas de mercado e dados de usuários que compram e navegam no site do cliente. E, a partir dessa persona, a segmentação é definida, seja por informações demográficas ou de interesses que esse perfil tem no mercado.

Tipos de Segmentação

tipos de segmentação campanhas de display no adWords - O que são campanhas de Display no AdWords?

Encontrar seu público-alvo ou novos clientes em milhões de websites poder ser uma tarefa difícil. Na rede de display do Google é possível exibir anúncios relevantes diante de clientes em potencial no momento e no local correto. Para tanto é necessária uma boa segmentação a fim de atingir com precisão seu público-alvo.

Para iniciar uma segmentação, o Google AdWords disponibiliza o Display Planner para ter insights de segmentação. Com o Display Planner é possível ter ideias de canais, interesses, tópicos, e palavras-chaves relacionadas ao seu anúncio, como também sugestões de lances. Para isso é necessário o preenchimento de alguns dados, como cidades que você gostaria de segmentar, idiomas, palavras-chave, categorias de interesse e/ou seu próprio website. Ainda é possível salvar seu plano de segmentação no próprio Google AdWords para adicioná-lo a uma nova campanha, a uma já existente, ou fazer o download do mesmo.

No entanto é importante entender os tipos de segmentações e definir o que é mais adequado quanto a seu objetivo. Estes devem ser definidos com base na sua persona, a fim de obter resultados precisos, levando em consideração hábitos e interesses que estes usuários possuem. No Google AdWords temos 6 tipos básicos de segmentações, são eles:

Interesse de Mercado

É caracterizado por um interesse constante do usuário. Se você está pesquisando assiduamente para comprar um novo smartphone, acessando diariamente sites relacionados fazendo pesquisas de preço, por exemplo, isso se torna um interesse de mercado, pois é algo que está pesquisando constantemente. Este é o modelo de segmentação mais preciso e também é o mais próximo da conversão dentro do funil.

Interesse de Afinidade

É caracterizado por um interesse eventual. Ele ocorre, por exemplo, quando determinado usuário acessa semanalmente um site de resultados de futebol, para ver o desempenho do seu time do coração. Isso porque ele tem afinidade com futebol e não está, necessariamente, pesquisando assiduamente sobre ele.

Esse tipo de segmentação traz um bom nível de alcance, já que os usuários têm diversos tipos interesses, mas nem sempre tem capacidade de atingir com exatidão o seu público-alvo.

Tópicos

Os tópicos são utilizados para segmentar os anúncios em sites que possuem assuntos relacionados ao que você vai anunciar. Se você é o dono de uma loja de celulares, por exemplo, poderá segmentar sites com assuntos relacionados à tecnologia, onde o público tem mais chances de se interessar, e consequentemente, clicar nele.

Palavras-Chave

A segmentação contextual ou por palavra-chave é utilizada para entregar anúncios em websites que tenham palavras-chave correspondentes as suas e também a usuários que tenham interesses em assuntos relacionados a essas palavras-chave. Se você vende equipamentos para cozinha, por exemplo, pode segmentar palavras-chave de receitas e culinária, a fim de impactar essa categoria de usuários, que potencialmente tem maior interesse em seus produtos.

Nesse caso, as palavras devem ser usadas em correspondência ampla, para aproveitar o potencial de entrega. Em algumas exceções e em alguns nichos de mercado, deve-se restringir a entrega através de outros modelos de correspondência de palavras.

Canais

A segmentação por canais ou canais gerenciados, é quando você seleciona os sites no qual deseja exibir os seus anúncios. Ou seja, a entrega de anúncios acontecerá em sites determinados, que seus clientes possivelmente navegam e têm interesse. Nesse caso, tem-se a possibilidade de segmentar sites bem específicos voltados ao seu segmento ou até mesmo sites que o seu público-alvo navega.

Remarketing

É um modelo de segmentação utilizado para reimpactar os usuários que já visitaram o seu site, com o objetivo de lembrarem-se da sua marca e, possivelmente, realizarem uma conversão.

No remarketing é possível impactar usuários que tiveram diferentes contatos com seu website, seja pela origem que eles acessaram ou até pelo acesso a determinadas partes do seu site, como a página de carrinho. Portanto, se você segmentar a lista de usuários que abandonaram o carrinho, estes terão mais chance de realizarem uma conversão, do que a lista de todos os visitantes do website, já que demonstraram interesse em adquirir seu produto.

Quando uma campanha for criada, é importante utilizar alguns grupos de anúncio e, em cada um deles, uma segmentação diferente, a fim de obter um maior controle de quais segmentações lhe trazem maior retorno. Em certos casos é possível utilizar segmentações cruzadas, utilizando mais de uma segmentação por grupo de anúncio, criando uma espécie de filtro e tornando sua segmentação muito mais exata.

O Anúncio

o anúncio campanhas de display no adWords - O que são campanhas de Display no AdWords?

No momento da concepção dos anúncios, deve-se fazê-los também pensando na sua persona. Faça uso de esquemas de cores, textos objetivos e imagens que chamem a atenção dos usuários, para que eles cliquem no seu anúncio e consequentemente conheçam seu website.

Atualmente os anúncios gráficos possuem 20 variações de formatos, somados a um de tipo responsivo. Totalizando, assim, 21 formatos. É recomendável que todos eles sejam utilizados, para alcançar todo o potencial que a ferramenta pode oferecer.

formato de anúncio campanhas de display no adWords - O que são campanhas de Display no AdWords?

Também é possível combinar as 20 variações com um vídeo do YouTube (se houver), no formato Light Box. Ele é caracterizado por uma caixa expansível na qual o usuário interage e vê mais formatos de imagens, juntamente com seu vídeo.

Também é possível utilizar a rede de display do Google para veicular anúncios dentro do Gmail. Neste caso não é possível utilizar a segmentação por canal, já que o único canal é efetivamente o Gmail. Além disso, somente duas artes são necessárias, sendo elas um banner e o logotipo do anunciante.

Caso não disponha de um profissional de criação, é possível utilizar a galeria de anúncios do Google, que serve como um “quebra galho” em algumas situações. Ou ainda, no caso da segmentação de remarketing, é possível utilizar anúncios dinâmicos, também criados a partir da galeria do Google e que exibem ao usuário produtos que ele visualizou anteriormente no site, como uma espécie de lembrete.

É importante ter seus objetivos bem claros com a rede de display e, a partir disso, realizar a segmentação e a criação dos seus anúncios, para saber com precisão quem você quer impactar e como quer ser visto pelo consumidor final. A junção desses pontos, certamente fará com que seus objetivos sejam alcançados.

Ficou alguma dúvida? Envie para a gente!

                         césar henrique becher analista de links patrocinados - O que são campanhas de Display no AdWords?

César Henrique Becher

Analista de Links Patrocinados

blog@raffcom.com.br

Cadastre seu e-mail
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Coloque o seu e-mail ao lado para receber as atualizações do blog!
Fique tranquilo, pois nós também odiamos spam. Seu endereço de e-mail não será vendido ou compartilhado.
Continue lendo

Guia completo para anúncios de search do Google AdWords

O AdWords é uma das principais ferramentas na sua estratégia de marketing digital, pois o Google é a maior plataforma de buscas da internet e com certeza seus potenciais clientes fazem pesquisas relacionadas ao seu negócio por lá. O AdWords possibilita algumas variações de formatos de anúncio, entre os mais utilizados são a Rede de […]

O que é Business Intelligence (BI)?

Diante de um cenário em constante mudança, da imensidão de dados gerados e da cobrança por decisões mais produtivas, o Business Intelligence (BI), ou Inteligência de Negócios, surge para auxiliar gestores e empresas na elaboração de estratégias mais assertivas. Para compreender esta geração, que nasce conectada à internet e aos smartphones, o BI reúne os dados […]

O que é Omni Channel?

Quem trabalha com e-commerce sabe bem os bônus e ônus de atuar com este modelo de negócio (loja virtual), existem várias nomenclaturas que cercam este segmento e às vezes (leia-se muitas vezes) os próprios empreendedores não sabem o que são, ou para que servem. Neste artigo quero descrever para você um conceito que, há um pouco […]