Os processos de Inteligência Competitiva (IC) - Blog Raffcom
 Quais são os processos de Inteligência Competitiva (IC)

Quais são os processos de Inteligência Competitiva (IC)

No post anterior, sobre o que é Inteligência Competitiva (IC), você conheceu um pouco acerca da área que se responsabiliza por analisar tendências de mercado, descobrir oportunidades de negócio e também monitorar a concorrência.

Em suma, a IC coleta e trata informações e dados disponíveis no mercado, para que eles sejam transformados em análises estratégicas, que vão auxiliar a promover ações em defesa ou conquista de mercado.

De acordo com o Relatório Cisco VNI Mobile, o tráfego global de dados móveis até 2021 irá aumentar de modo exponencial e cerca de 12 milhões de dispositivos móveis estarão conectados à internet, como é possível conferir abaixo:

  • O tráfego global de dados móveis vai representar 20% do tráfego IP total;
  • 1,5 dispositivos per capita, ou seja, 12 milhões de dispositivos móveis estarão conectados à internet;
  • Em 2021, o tráfego mundial de dados móveis alcançará 49 exabytes.

É certo que a conectividade móvel irá crescer nos próximos anos e isso impulsiona a produção e transferência de dados. E para aproveitar essa gama de informações, a IC pode ser uma solução na hora de coletar, tratar e transformar dados em análises estratégicas.

A IC é uma ferramenta de Gestão do Conhecimento (GC), que trabalha de modo multidisciplinar e se divide em três fases.

AS 3 ETAPAS DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA

processos-de-inteligencia-competitiva

PLANEJAMENTO

Nessa etapa são identificadas, coletadas, filtradas e definidas as necessidades de informação bem como os dados mais relevantes. Trata-se de uma fase para consecução das metas da empresa.

As informações podem ser encontradas em portais de renome, estudos de mercado, base de dados com publicações científicas, mídias sociais, blogs, entre outros.

Dica! Analise a autoria do conteúdo e período de publicação. Não utilize dados desatualizados para uma tomada de decisão.

Como case, a Danone utilizou os métodos de IC para criar uma nova versão de iogurte probiótico, que considerou liderança de mercado na sua categoria. A empresa usou simulação de cenário, que indicou uma abertura para mais produtos desta categoria.

VIGILÂNCIA

Etapa a qual se responsabiliza pelo monitoramento da concorrência e atualização das informações. Essa é uma forma de manter as estratégias atualizadas conforme a demanda e realidade de mercado, já que a volatilidade é alta e se faz necessária essa atenção por parte do estrategista.

Dica! Fique atento às tendências de mercado e aos lançamentos de novas soluções do seu concorrente. Crie uma metodologia para auxiliar nessa coleta de informações.

SUPORTE

Na última fase, mas não menos importante, é onde os testes acontecem. Nesse caso, é o momento de analisar os resultados e sugerir melhorias ou adaptações. É de suma importância que as informações sejam recuperadas e armazenadas para que posteriormente sejam utilizadas em novas ações.

Dica! Crie uma linha do tempo com os devidos históricos e evoluções, isso irá ajudar no momento da tomada de decisão, avaliando em que fase o projeto está e quais foram os upgrades que o case teve.

Bom, agora que você conheceu quais são os processos de IC, busque colocá-los em prática. Lembre-se de que não há receita de bolo para ser seguida, cada projeto te exigirá uma metodologia personalizada para atender as necessidades. O mercado no todo, ainda não tomou conhecimento de como os processos de Inteligência Competitiva podem auxiliar no planejamento, portanto continue acompanhando as próximas postagens aqui no Blog da Raffcom para aprender mais ainda sobre essa fascinante área.

REFERÊNCIAS

O tráfego mundial de dados móveis aumentará 7 vezes entre 2016 e 2021
Inteligência competitiva é ferramenta para analisar tendências de mercado e oportunidades de negócios

Cadastre seu e-mail
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Coloque o seu e-mail ao lado para receber as atualizações do blog!
Fique tranquilo, pois nós também odiamos spam. Seu endereço de e-mail não será vendido ou compartilhado.
Continue lendo

Estratégia em redes sociais: você está conversando com seu público-alvo

Conhecer a fundo o perfil do público-alvo — suas necessidades, desejos e motivações — é primordial para o desenvolvimento de qualquer estratégia em redes sociais de sucesso. No entanto, para muitas empresas, “acertar o tom” da conversa ainda é um grande desafio. Afinal, antes de investir em táticas de venda e apresentação do produto, é […]

Conteúdo Duplicado: O que é e como resolver

Conteúdo duplicado é sem dúvidas um dos grandes terrores dos analistas de SEO. Segundo o SemRush, esse é o principal problema da maioria dos sites, dificultados os resultados nos mecanismos de busca do Google. Em muitos sites esse problema é ignorado pelos profissionais de SEO, impedindo que o site chegue nas primeiras posições. Nem sempre […]

Rebranding: A arte de se reinventar

Você provavelmente já sabe o que é branding, ou já ouviu falar à respeito desse termo. Muitas pessoas associam esse conceito apenas ao desenvolvimento do logotipo de uma marca, mas na realidade sua aplicação vai muito além disso. Trata-se da forma como essa marca se apresenta no mercado frente aos seus consumidores, fornecedores, parceiros e […]

O que é Web Analytics

Depois de entender como o Business Intelligence (BI) pode auxiliar gestores e empresas na elaboração de estratégias mais assertivas, agora é hora de conhecer as maneiras de medir a experiência dos usuários online em sites, com o Web Analytics. POR QUE ANALISAR O TRÁFEGO DE UM SITE? Há inúmeros fatores, que levam as empresas a […]