Otimização de aplicativos: A evolução do SEO - Blog Raffcom
 Otimização de aplicativos: A evolução do SEO

Otimização de aplicativos: A evolução do SEO

A maneira mais eficiente de deixar qualquer site bem posicionado nos resultados orgânicos dos buscadores é a utilização de técnicas de SEO. Essas técnicas fazem com que o conteúdo seja encontrado com mais facilidade pelos usuários, de acordo com as palavras-chave utilizadas.

Com aplicativos isso não é diferente. Eles precisam se destacar para serem encontrados em meio a tantos outros existentes no mercado. Segundo o site Statista, o ano de 2015 fechou com quase 4 milhões de aplicativos distribuídos nas 5 principais app stores (Google, Apple, Amazon, Windows e BlackBerry). Até junho de 2016, as lojas da Apple e do Google já somavam, juntas, quase 4,5 milhões de aplicativos disponíveis para download.

1-otimizacao-seo-para-aplicativos-mr-stark

Diante de tantos aplicativos, a chance de ser facilmente encontrado pelos usuários diminui drasticamente. É aí que entra a otimização SEO para aplicativos, também conhecida como ASO (app store optimization).

O que é app store optimization

2-aso-app-store-optimization

Quando se fala em ASO, existem dois tipos de pessoas: as que não fazem nem ideia do que se trata e as que afirmam que o termo tem o mesmo significado de SEO.

A segunda opção não está totalmente errada, mas a realidade de ASO é um pouco mais direta e objetiva. A grande diferença entre SEO e ASO acontece depois que os usuários acessam a página do seu site, ou no caso do ASO, a página do aplicativo.

Para SEO o objetivo foi cumprido, um usuário qualificado entrou em seu site. Para ASO o processo está apenas começando. O objetivo central não é gerar tráfego para a página do app, mas garantir que o aplicativo seja encontrado por usuários totalmente qualificados que, além de acessarem a página do aplicativo, vão instalá-lo e usá-lo regularmente.

Desta maneira, a otimização de aplicativos não se trata de tráfego, mas sim de conversão.

Como ASO funciona?

3-como-aso-funciona

Para entender como as otimizações de aplicativos funcionam, precisamos entender como ocorrem as buscas nas app stores.

As buscas por aplicativos em uma app store costumam ser diferentes das realizadas em buscadores. De modo geral, os usuários pesquisam diretamente pelo nome do aplicativo, sem descrever o que eles realmente precisam no momento.

De acordo com a Forrest, 63% dos aplicativos são descobertos através de pesquisas na app store. Isso faz com que a pesquisa seja o método mais utilizado para descobrir novos aplicativos.

Para se destacar nas buscas das app stores, é preciso dar atenção a princípios básicos, desde elementos que podemos controlar, como ícones, preços e nome do aplicativo, até às coisas que dependem diretamente dos usuários, como as avaliações, classificações, número de downloads e comentários.

Assim, como o SEO tradicional, o ASO está evoluindo o tempo todo. Desta forma, somente com muitos testes A/B será possível ajustar nossas técnicas, a fim de tentar atingir os resultados pretendidos.

Os itens a seguir detalham as etapas principais para a criação de uma experiência atrativa, informativa e criativa, que têm impacto direto na otimização de aplicativos. Confira:

Pesquisa de palavras-chave para otimização de aplicativos

Sim, essa primeira etapa é muito semelhante ao SEO tradicional. Existem no mercado algumas ferramentas pagas que são excelentes para isso, como a Senso Tower e a App Annie.

4-pesquisa-de-palavras-chave-senso-tower
A descrição do app deve conter as palavras-chave escolhidas, mas elas devem ser selecionadas com cuidado, já que levarão o público-alvo ideal para sua página.

O segredo é achar um equilíbrio entre o volume de buscas e a concorrência. Por algumas palavras, vale a pena competir, mas outras precisam ser analisadas com cuidado.

A maioria dos desenvolvedores deixa a escolha das palavras-chave para o final do projeto, quando estão quase subindo o aplicativo para a app store. No entanto, esse planejamento deve ser pensado e estruturado antes de tudo, já que é um processo que exige muita pesquisa.

Nome do app

O nome é uma das partes mais importantes da otimização de aplicativos. Ele precisa ser informativo, atraente e de fácil memorização. Também deve conter a palavra-chave que você encontrou como parte do título e respeitar a limitação de caracteres, que gira em torno de 25 letras.

Não perca seu tempo tentando encontrar um nome que apenas soe bonito e divertido. Ao invés disso, dedique seu tempo à escolha da categoria e, com isso, dê destaque ao seu aplicativo.

Categorias

6-categorias-google-play

A escolha certa da categoria poderá influenciar diretamente no ranking do seu aplicativo. Faça a escolha ideal não somente com base no que for mais relevante, mas sim com base na concorrência e nas receitas geradas.

Devemos lembrar que, dependendo da categoria em que o aplicativo se encontra, os usuários irão ter uma noção muito maior do que ele faz. Isso também permitirá que ele seja encontrado por buscas mais relevantes.

Recentemente, no sistema iOS, a Apple adicionou subcategorias que dividem a app store em micro segmentos, o que possibilita uma classificação mais assertiva dos apps por intermédio dos seus desenvolvedores.

Descrição

A descrição é outra parte muito importante para o ASO, que estabelece grande influência no ranking do aplicativo. Para Android, a descrição tem um limite de 4000 caracteres e conta muito para o posicionamento dentro da Google Play. Para iOS, a descrição não faz parte dos fatores de ranqueamento, mas é de grande importância para o usuário na hora da escolha.

Uma boa descrição deve incluir as mais variadas informações, como de que se trata o aplicativo, suas principais qualidades e funcionalidades. Também deve possuir as principais palavras-chave, usadas, é claro, com muita sabedoria e bom senso.

Na hora de elaborar a descrição, escreva um texto de fácil leitura. Inclua nele uma lista de funções, bem como um breve resumo dos pontos melhorados e as atualizações mais recentes.

Evite textos com parágrafos longos! Eles são difíceis de ler e podem entediar o usuário, fazendo com que ele não chegue até o final do texto e, consequentemente, não baixe o app.

Ícone

O design do ícone do app é uma etapa muito importante e não deve ser ignorada. Sendo assim, muitas coisas devem ser levadas em consideração no momento de projetá-lo. O mais importante é criar um elemento gráfico original e carismático. A recomendação é que seja utilizada uma única forma ou símbolo, para torná-lo o mais simples e reconhecível possível.

Tente variar o ícone e faça testes para ver qual das versões tem a maior taxa de conversão. Outra forma de se destacar em meio a tantos aplicativos é tentar usar, na identidade do app, algumas cores mais vibrantes.

No entanto, torná-lo muito complexo acaba prejudicando os downloads e o engajamento do aplicativo. Por isso, evite utilizar um grande número de cores e uma grande quantidade de texto no momento da criação do ícone.

Screenshots

8-screenchot-app-whatsapp

Um screenshot é a captura da tela do aplicativo, que funciona como o trailer de um filme, só que do aplicativo. É preciso que o usuário entenda do que se trata o aplicativo somente olhando para as imagens. Boas imagens afetam diretamente a taxa de conversão do app.

O ideal é apresentar pelo menos 5 screenshots do aplicativo para convencer o público-alvo a fazer o download.

Os usuários tendem a olhar para as fotos antes mesmo de lerem as descrições. Em alguns casos, os screenshots são tão bons que os usuários sequer leem as descrições e já vão direto para o download.

Comentários e classificações

Nos mecanismos de busca das lojas de aplicativos, quanto melhor for a avaliação do app, melhor será seu ranqueamento. O engajamento com o público alvo e os comentários também são um dos fatores que melhoram muito o posicionamento. Ou seja, a qualidade do aplicativo também é um fator importante para ficar bem posicionado em meio às pesquisas feitas nas app stores.

Quando um usuário entra na página do seu aplicativo, ele avalia a experiência de outras pessoas de acordo com os comentários. No caso do Google Play, a seção de comentários e avaliações fica bem visível na tela de download. Sendo assim, preste muita atenção na hora de destacar as críticas positivas e tente responder as críticas negativas o mais rápido possível.

Para conseguir os primeiros comentários e avaliações, incentive os usuários ativos a classificarem o seu aplicativo. Você pode fazer isso através do envio de notificações push, que direcionam o usuário para a página de comentários. Muitos aplicativos já usam frases como, “Avalie o aplicativo agora, é rápido”, ou coisas do tipo.

Não é uma regra, mas o recomendado é obter pelo menos 100 comentários e avaliações em cada versão do aplicativo que estiver disponível para download.

É importante lembrar que, ao elaborarem críticas positivas ou negativas, os usuários esperam por uma resposta imediata. Portanto, se o aplicativo acumular um grande número de comentários e avaliações, considere um membro da equipe para dar atenção especial à essa tarefa.

Preço

9-preco-aplicativo

Embora o valor do app não seja um fator determinante na otimização de aplicativos, ele tem impacto direto no número de downloads. Determinar o preço do seu produto é uma tarefa difícil, já que existem inúmeros aplicativos gratuitos. Pedir para os usuários pagarem, pode parecer insensato.

Mas, se o objetivo for ranquear melhor na categoria “aplicativos pagos”, você precisa adicionar um preço. Tenha em mente que o aplicativo deve ter um preço justo e ser competitivo na sua categoria. No entanto, se o objetivo é deixá-lo gratuito e monetizá-lo com vendas dentro do aplicativo, indique todas essas informações na descrição.

Um erro muito comum é colocar o aplicativo em uma faixa de preço mais alta que os apps da sua categoria, sem destacar os motivos desse valor elevado.

Atualizações

10-atualizacoes-aplicativos

Se um aplicativo entra na app store e nunca mais é atualizado, a sua otimização é afetada em um piscar de olhos.

Aplicativos que não estiverem em constante atualização, com adaptações para novos dispositivos, novas versões de sistemas operacionais, além de reparo de erros e bugs, irão cair gradualmente até as últimas posições das app stores.

O ideal é atualizar o aplicativo regularmente, fazendo melhorias na experiência do usuário e na própria qualidade do app.

Nas app stores existem campos que possibilitam a adição das últimas atualizações realizadas. Desta maneira, os usuários podem conferir tudo o que foi melhorado.

E nunca, nunca mesmo, coloque o aplicativo na app store para depois esquecê-lo por lá. Esse app acabará se tornando mais um “app zumbi” dentre milhões que já estão no limbo das app stores.

Aplicativos com poucas ou nenhuma atualização são penalizados tanto em iOS quanto em Androids.

Análise

11-analise

Assim como SEO, a otimização de aplicativos nunca tem um fim. Quando a descrição, título, screenshot e todos os outros pontos estiverem em ordem, os resultados precisam ser analisados.

Meça suas palavras diariamente, parça. Tente experimentar novas palavras-chave, altere as descrições, mude as imagens e analise os dados que obtiverem melhores resultados.

As otimizações de aplicativos funcionam com tentativas e erros. Sendo assim, quem pretende ter ou já possui um aplicativo e quer aumentar a sua visibilidade, e números de download deve se atentar a todas as informações descritas acima.

Quem investir em ASO terá grandes chances de sair na frente da concorrência, pois, grande parte dos apps disponíveis nas app stores ainda não realiza otimização de aplicativos.

Assim como o SEO, os resultados do ASO levarão um tempo para serem vistos. Mas essa estratégia é a melhor chance de manter um aplicativo no topo das pesquisas dos usuários e consequentemente na lista dos mais baixados.

E então, preparado para realizar a otimização dos seus aplicativos?
Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário!
Até a próxima!

Jackson Belink Analista de SEO

Jackson Belink

Analista de SEO

blog@raffcom.com.br


Cadastre seu e-mail
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Coloque o seu e-mail ao lado para receber as atualizações do blog!
Fique tranquilo, pois nós também odiamos spam. Seu endereço de e-mail não será vendido ou compartilhado.
Continue lendo

Estratégia em redes sociais: você está conversando com seu público-alvo

Conhecer a fundo o perfil do público-alvo — suas necessidades, desejos e motivações — é primordial para o desenvolvimento de qualquer estratégia em redes sociais de sucesso. No entanto, para muitas empresas, “acertar o tom” da conversa ainda é um grande desafio. Afinal, antes de investir em táticas de venda e apresentação do produto, é […]

Social Ads para e-commerce: Será que funciona

Acompanhando os posts anteriores de Social Ads no nosso blog, você pôde absorver muito conhecimento sobre as principais vantagens de anunciar em redes sociais, além de dicas práticas para otimização de anúncios e um passo a passo bem detalhado para criar suas campanhas no Facebook. Agora, chegou a vez de provar a efetividade das campanhas […]

Testes A/B e Testes Multivariáveis

Hoje vamos falar de um assunto que é super-ultra-mega focado em resultados. Ao traçar uma estratégia digital (seja ela qual for), você tem premissas básicas que devem ser seguidas e respeitadas, algumas são: objetividade estratégica, processo de metrificação, identificação de target, adaptabilidade de canais, processo de mensuração, otimização, etc. Vamos detalhar uma estratégia que ao […]

Novos Recursos para Vídeos no Facebook

Nossa rede social favorita começou o ano com novos recursos para tornar a experiência de reprodução de vídeo mais agradável, para os usuários e editores. O Facebook é responsável por 60% dos compartilhamentos de vídeos no mundo. E, no último ano, o compartilhamento de vídeos com upload direto no site passou o número de shares […]