Por que utilizar estratégias de e-mail marketing?
 Por que utilizar estratégias de e-mail marketing?

Por que utilizar estratégias de e-mail marketing?

Depois de entender o que é o e-mail marketing você deve ter se perguntado: “Por que devo utilizar estratégias para essa mídia?” A resposta é simples! Porque está mais do que do que comprovado que esta é uma mídia de alto impacto e grande conversão, e isso você poderá atestar no decorrer do texto.

Todo mundo usa

estratégias-de-e-mail-marketing-1

Atualmente, o e-mail tornou-se uma mídia extremamente importante no meio corporativo, como aponta esse infográfico sobre o poder do e-mail marketing. Prova disso é um estudo realizado pela SalesForce em 2015, que determina que 69,7% dos usuários de internet tem o e-mail como método preferido para se comunicar com negócios e empresas. Além disso, uma pesquisa realizada pela FBITS E-Commerce One Stop Shop, que analisou o comércio eletrônico nacional, constatou que 61% das companhias conseguem até 20% do faturamento por meio do e-mail marketing.

O e-mail também é a opção preferida das pessoas para receber ofertas. De acordo com estudos publicados pela ExactTarget, no estudo feito em 2012, Channel Preferences Survey, este número cresceu de 72%, em 2008, para 77%, em 2012. É importante ressaltar também que a preferência é válida para todas as faixas de idade, ou seja, inclusive os jovens preferem receber as promoções por e-mail no lugar de outras mídias mais próximas.

Mais efetivo que as mídias sociais

Ainda segundo a ExactTarget, o e-mail marketing é mais efetivo entre os usuários do que as mídias sociais. Cerca de 91% dos usuários utiliza o e-mail diariamente e a taxa de compras realizadas inicialmente através dessa mídia é três vezes maior. O valor médio do pedido também aumenta, sendo cerca de 17% maior.

Segundo a Responsys, são enviados diariamente 100 vezes mais e-mails do que posts no Facebook e Twitter juntos. Além disso, existem 3 vezes mais contas de e-mail do que todas as contas dessas duas redes sociais.

É pessoal

Com os dados do seu público, coletados através de landing pages e cadastros, por exemplo, é possível enviar conteúdo especializado e segmentado aos clientes, suavizando a característica de “conteúdo massificado”.

Uma empresa americana especializada em equipamentos domésticos para a cozinha, a Williams-Sonoma, relatou uma melhoria de 10 vezes nas taxas de resposta quando passou a adotar a personalização de suas ofertas através do e-mail marketing.

O e-mail marketing tem baixo custo

baixo-custo-email-marketing

O e-mail marketing atualmente é a mídia dentro do marketing digital de menor investimento. Um e-mail custa em torno de R$ 0,022, sendo que o retorno que ele pode trazer, quando bem trabalhado, é enorme! Tornando-o uma das mídias com o maior ROI dentre as opções existentes no marketing digital.

Oferece credibilidade

O e-mail marketing oferece a possibilidade de compartilhar conteúdo relevante, informativo e que auxilia a transmitir credibilidade perante o público-alvo.

Agora que você já ficou ciente dos principais motivos para utilizar ferramentas para esta mídia, precisa conhecer a fundo seus três pilares fundamentais, que ajudarão a elaborar, enfim, estratégias de maneira efetiva: a prospecção, a manutenção do ciclo e o relacionamento.

Prospecção

É preciso selecionar pessoas para compor uma boa base de leads, mas não qualquer uma, deve ser alguém que esteja interessado em seu produto ou serviço. Esta etapa pode parecer complicada, no entanto se torna mais fácil quando você pensa com clareza nas características do seu público-alvo. Para definir o perfil desse público, deve-se pensar na resposta de algumas questões que ajudarão a definir o seu comportamento no meio digital, como:

1. Onde estão seus clientes?
2. Quais sites estão visitando?
3. Quais buscas na internet estão realizando?
4. De quais eventos eles participam?

Lembre-se de que a definição do seu público alvo está ligada ao objetivo, ao tipo de e-mail marketing e ao conteúdo que você enviará. Depois de responder estas questões, fica mais fácil atrair o usuário para o seu site. Feito isso, deixe a caixa de assinatura da sua newsletter em local visível e implemente chamadas diferentes para chamar a atenção, as famosas “iscas”, como:

“Assine nossa newsletter e ganhe um cartão de desconto de 15%.”
“Para ter acesso ao curso, assine nossa newsletter.”
“Para baixar o e-book, assine nossa newsletter.”

Esse é um dos momentos mais importantes, pois você irá coletar aquilo que é considerada a base de qualquer estratégia de e-mail marketing: os contatos. Por isso, as informações necessárias precisam ficar bem claras. Nome e e-mail são dados indispensáveis, mas dependendo do objetivo da sua campanha, você pode solicitar informações como gênero, idade, profissão, escolaridade, entre outras.

A vantagem de oferecer algo na troca desses contatos é que todos os e-mails coletados serão de usuários que têm interesse em seu produto ou serviço, logo, estarão mais propensos a abri-los e realizarem conversões. Quando não há interesse, mesmo que o conteúdo do e-mail seja muito bom ele não será aberto, não trará resultado e todo o seu trabalho será em vão.

Manutenção do ciclo

Com uma boa lista em mãos é possível enviar conteúdos não tão abrangentes, porém melhores, mais relevantes e bem direcionados, que têm grande chance de impactar o público, de maneira efetiva.

estratégias-de-e-mail-marketing5

Nesta etapa você deve manter seu lead ativo, sempre entregando o conteúdo que ele veio buscar. Aqui, o foco principal é a segmentação. Você poderá trabalhar com listas de interesses diferentes, gêneros diferentes e ações de compras diferentes, ou seja, você vai destinar o conteúdo correto conforme a sua lista, ou as várias listas.

Com uma boa segmentação você consegue dialogar com o seu público de mais “íntima”, estreitando o relacionamento. Quando isso acontece, sua margem de obtenção de resultados aumenta e as pessoas começam a esperar o recebimento de um e-mail seu.

Relacionamento

Este é o terceiro pilar. E como você já deve ter notado, identificar as características do cliente não é tudo. Você precisa nutri-lo com informações relevantes e que sejam do interesse dele.

Essa tarefa é atribuída ao conteúdo, vital em todas as áreas do marketing digital, como já explicamos em um post sobre a importância do marketing de conteúdo. Desenvolver conteúdo de qualidade, personalizado e direcionado a cada cliente é um diferencial que faz com que qualquer ação em e-mail marketing ter sucesso.

Neste momento você pode tornar-se uma referência para o cliente. A palavra-chave neste processo é engajamento. O cliente quer ter uma relação com a marca, ele quer se sentir bem em curti-la no mundo real e não apenas no digital, para isso você deve usufruir de todas as informações obtidas nos dois primeiros pilares e fazer o bom uso delas.

O consumidor está sempre exigindo das empresas, se interessando mais pelos produtos e dando atenção às marcas que trazem informações relevantes. E é através do conteúdo que você consegue se tornar uma referência para o cliente. Procure oferecer algum benefício, como o aprofundamento das características de certo produto, funcionalidades do mesmo, curiosidades, novidades ou qualquer outra informação que seja de interesse do seu público-alvo.

Também é indispensável que esse conteúdo esteja ligado ao ramo da sua empresa ou serviço. Se o seu site vende piscinas, a sua produção de conteúdo deve ser voltada a temas relacionados a este meio, como as maneiras de manter a água tratada por mais tempo, por exemplo.

Mas e as estratégias? O que posso fazer para que as minhas ações sejam um sucesso? Bom, o sucesso só depende de você, porém podemos facilitar seu caminho até ele através de alguns métodos fundamentais.

Preocupe-se com o título

Muitos usuários acessam a internet via mobile, segundo a EBC Agência Brasil, em uma pesquisa sobre os acessos na internet via celular, mais de 81,5 milhões de brasileiros acessam a internet via celular, comparando com outros dispositivos, o celular está com 75% de acessos. É um dado para ser levado em consideração, já que este público também deve consultar os e-mails através do celular e, neste caso, o título precisa ter as informações mais importantes e condizer com o tamanho da tela.

estratégias-de-e-mail-marketing5

Seja objetivo, tente resumir em 50 caracteres o subject do seu e-mail, sem esquecer-se de utilizar palavras-chave fundamentais para chamar a atenção, uma vez que o assunto será lido fora do contexto e o objetivo é fazer com que a mensagem seja aberta. A linguagem também deve seguir o posicionamento da marca, caso seja despojada, “brinque com o assunto!” A linguagem informal é uma tendência no meio digital.

Aproveite a automação

A automação do e-mail marketing permitiu que ele estivesse ainda mais próximo do consumidor para o qual é realizado o disparo de acordo com as interações do cliente. Permitiu-se também o aumento de personalizações dentro de uma campanha, expandindo cada vez mais a marca do seu cliente, oferecendo os produtos certos, nas horas certas.

O disparo dos e-mails, antes executado de forma manual, passou a ser automático, facilitando a aplicação de uma abordagem mais específica, de acordo com o estágio de cada contato dentro do funil de vendas. Com isso, o tempo para um melhor planejamento das estratégias de conteúdo foi otimizado, a fim de preparar o lead até a abordagem comercial. Desta maneira, o analista irá focar seu conhecimento em entender o comportamento e engajamento dos usuários e os usuário terão feedback real time.

Crie uma boa Call to Action

O uso de CTA’s (Call to Action) é considerado uma estratégia muito importante, pois é com os botões que você irá nortear o que o usuário precisa fazer, quais ações são possíveis com determinada informação.

Assim como nos assuntos, os CTA’s também devem seguir a linguagem de posicionamento da marca. Ao invés do famoso COMPRE, as marcas mais “ousadas” passaram a usar EU QUERO, AMEI, É MEU, etc, ou seja, combine as chamada com a sua marca e o seu público-alvo.

Cuidado com a frequência dos envios

estratégias-de-e-mail-marketing3

Identifique a frequência que o público deseja receber os e-mails. Este dado é importante, pois auxilia no planejamento e principalmente no engajamento com o público.

Seu público gosta de informações mensais, diárias, semanais, bimestrais, trimestrais, semestrais, anuais? Experimente para conhecê-los.

Faça uma analise dos dados

As duas melhores maneiras de analisar todos os dados obtidos são através da própria ferramenta de disparo do e-mail e do Google Analytics. Aqui no blog já abordamos esse tema em um post sobre a instalação do Google Analytics, que vale bem a pena a leitura.

Após as análises, você terá informações suficientes para aprimorar suas próximas campanhas e estreitar ainda mais a relação com o seu público-alvo. No final, o ciclo se repete com o envio de conteúdos para seus leads. Só que dessa vez é diferente, você já conhece melhor o seu cliente e sabe como agradá-lo, aumentando as chances de conversão.

estratégias-de-e-mail-marketing4

Não deixe de acompanhar os próximos posts sobre e-mail marketing. Além disso, fique por dentro de diversos conteúdos e novidades relacionadas ao marketing digital, cadastrando-se em nossa newsletter. Espero que tenha gostado do texto e, se tiver alguma dúvida ou sugestão, será um prazer conversar com você!

Bons e-mails e até a próxima!

Cadastre seu e-mail
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Coloque o seu e-mail ao lado para receber as atualizações do blog!
Fique tranquilo, pois nós também odiamos spam. Seu endereço de e-mail não será vendido ou compartilhado.
                 gabriel-merhy-analista-e-mail-marketing

Gabriel Merhy

Analista de E-mail Marketing

blog@raffcom.com.br

Continue lendo

SEO para YouTube

Quem trabalha com marketing digital sabe que o SEO é um dos melhores investimentos que uma empresa pode fazer para obter resultados no meio online. No entanto, o que muitos ainda não sabem  é que o SEO para YouTube é extremamente importante para as estratégias relacionadas aos vídeos. Segundo estatísticas do próprio YouTube, o site […]

O que é Inteligência Competitiva?

Em 2018 o Business Intelligence (BI) continuará sendo um dos temas mais curiosos e discutidos em grandes mídias da comunicação. As empresas, independentemente do seu tamanho, lidam com um número incalculável de dados e informações produzidas diariamente. E o método eficaz para gerenciar essa demanda tem sido um dos principais pontos comentados por grandes especialistas. […]

Como implementar uma cultura de Web Analytics em sua empresa?

No post anterior você aprendeu quais são as métricas mais adequadas para serem utilizadas em um site institucional e e-commerce através de Web Analytics. Agora é hora de analisar os dados de acesso, tais como páginas e seções mais acessadas, páginas menos acessadas e o perfil dos usuários de acordo com as áreas acessadas. Além de […]