Qual a diferença entre UX e UI? Veja aqui - Blog Raffcom
 Qual a diferença entre UX e UI?

Qual a diferença entre UX e UI?

Mas não é tudo a mesma coisa? Talvez seja, ou será que não?

A confusão entre as áreas de UX e UI é muito comum por uma questão de nomenclatura e porque estão profundamente ligadas por processos de trabalho e conhecimentos que são comuns entre elas.

User Interface – UI

Para entender essa diferença, é preciso saber que UI ou interface do usuário é por onde o usuário interage com o seu produto, todas as partes “físicas” que possibilitam que uma determinada ação de seu produto seja realizada.

A interface do usuário (UI) é responsável pela parte visual de um projeto, por onde o usuário interage com um determinado aplicativo, programa de computador, rede social, site ou até mesmo algum produto físico. É tudo aquilo que é perceptível visualmente em alguma plataforma e leva o usuário a uma interação positiva. Pode ser um botão, um menu diferente ou até mesmo um som.

O papel de um profissional de UI é guiar o usuário de forma simples, ao invés de complicar sua experiência criando um labirinto. Sendo assim, ele deve recomendar uma ação específica ao invés de mostrar várias com a mesma finalidade, deixar o caminho do usuário mais fácil para desfazer alguma interação, deixar bem claro o que pode ser clicado e selecionado, utilizar mais contraste do que similaridade e utilizar menos campos de preenchimento nos formulários, por exemplo.

User Experience – UX

Já UX ou experiência do usuário é a parte emocional, o quão amigável essa interação pode ser e os sentimentos que ele tem ao realiza-la.  Ela engloba toda a estratégia de design e desenvolvimento de um produto, como sua usabilidade, seu conteúdo e a arquitetura de informação.

É uma ciência que pensa exclusivamente na relação de um produto com o usuário, buscando torná-la mais natural e simples. A experiência do usuário (UX), abrange todos os pontos de contato entre a empresa e o consumidor, desde o anúncio que o levou até o website, até a embalagem em que a camiseta foi entregue, o produto em si, o atendimento por telefone, as interações nas redes sociais da marca, entre outros elementos. A experiência, neste caso, inclui valores afetivos que compõem a percepção do usuário, em relação à marca.

O UX design pode ser responsável por evitar 80% dos erros e por auxiliar de forma direta o trabalho de SEO do website. Ele também é responsável por um aumento de 80% nos KPIs. (key performance indicators, ou Indicadores-chave da performance do projeto). E, no caso de E-Commerces, adaptar a plataforma para dispositivos móveis com base na experiência do usuário pode gerar um aumento de até 70% nas vendas.

diferenca-entre-ui-e-ux-conceitos

Ou seja, para que o seu produto possa causar uma boa impressão é importante que toda a jornada do usuário, hierarquia de informação e todos os pontos de contato tenham sido pensados com muito cuidado pelo UX Designer e que o UI Designer consiga apresentar essas informações de maneira clara e visualmente interessante.

Mas, se ainda há dúvidas pairando sobre a sua cabeça, talvez essa imagem possa ajudar:

diferenca-entre-ui-e-ux-cereal

Qual o motivo dessa confusão?

O motivo que é responsável pela maioria das dúvidas que as pessoas têm em relação às duas áreas, está relacionado à falta de compreensão dos processos que são destinados a cada uma delas. Não vou me ater aos processos específicos, pois temos dois posts aqui no blog que falam sobre cada especialidade de UX e UI

Uma imagem muito comum quando falamos da diferença entre UI e UX é um modelo criado por Dan Saffer, que deixa bem clara a relação de qual área pertence à outra.

diferenca-entre-ui-e-ux-dan-saffer

Mas o que você precisa saber é que UX abrange processos como pesquisa, análise de dados, entrevistas com usuários, testes de usabilidade e também fazem parte deles o design de interface e o visual design que são processos de UI.

Se ainda tiver dúvidas sobre as áreas de UX e UI ou se tiver informações a acrescentar, manda pra gente.

Até a próxima!

Continue lendo

Qual a diferença entre e-mail marketing e newsletter?

Quando falamos em e-mail marketing, logo vem à cabeça aquele velho e conhecido e-mail comercial que enche a nossa caixa de entrada tentando vender alguma coisa. O fato é que existem outros formatos, com utilizações específicas para cada etapa do funil de vendas, como a newsletter e o e-mail transacional, por exemplo. A possibilidade de […]

Principais ferramentas de SEO

Para organizar uma boa estratégia de tráfego orgânico é preciso ter boas ferramentas de SEO nas mãos. E quem trabalha com marketing digital sabe que essas ferramentas são indispensáveis para cada etapa do desenvolvimento das estratégias. Atualmente existem mais de 1,2 bilhões de sites publicados. Desta maneira, conseguir um bom número de acessos orgânicos pode ser […]

Tendências de Marketing Digital para 2016

Com as crescentes transformações no comportamento do consumidor, surge a necessidade de se criar estratégias de Marketing Digital que acompanhem o ritmo acelerado do mercado. Primeiramente, é preciso estudar com afinco as necessidades dos usuários, traçar os caminhos que percorreu, identificar onde ele está agora, o que é interessante, o que já não é e […]