Remarketing de Display: Conheça os modelos - Blog Raffcom
 Remarketing de display: conheça os modelos e saiba segmentar corretamente

Remarketing de display: conheça os modelos e saiba segmentar corretamente

Em uma estratégia de Google Ads, as ações de remarketing trazem bons resultados ao possibilitar a exibição de anúncios a um público mais direcionado, aumentando as chances de conversão.

Pensando nisso, vamos apresentar no post de hoje, uma ferramenta bastante eficiente para garantir o sucesso da sua tática de retargeting: o remarketing de display.

No entanto, antes de entrar no assunto, vamos fazer um breve resumo do conceito de rede de display para que você possa ter uma visão da estratégia como um todo, ok? Vamos lá!

O que é uma rede de display?

Pois bem, essa rede é do que uma cadeia de sites, blogs e redes sociais que disponibilizam espaços para anúncios por meio do Google AdSense.

Dessa forma, as plataformas geram renda e as empresas podem expor seus produtos ou serviços para o público nesses canais, trazendo benefícios para ambos os lados do negócio.

Uma vez apresentada a rede de display, vamos finalmente entender onde o remarketing se encaixa nessa história.

O que é esse tal remarketing de display?

Enquanto o remarketing de pesquisa promove a colocação de anúncios na página de busca do Google a partir das palavras-chave buscadas anteriormente pelo usuário, o remarketing de display impacta usuários com conteúdo ou produtos que o mesmo já visitou ou que possui grande afinidade.

Essa publicidade mais “personalizada” é o que faz com que a estratégia de display seja ainda mais certeira, colocando o seu produto em exposição constante, com custos reduzidos e trazendo resultados bastante satisfatórios, principalmente nas etapas de meio e fundo de funil.

Para que você tenha uma ideia dos benefícios da tática de display, basta apontar que ela é responsável por cerca de 20% das conversões médias de um anunciante, de acordo com dados do próprio Google. Bastante atrativo, não?

Quais são os modelos de anúncio existentes?

Outra das vantagens do remarketing de display é a possibilidade de explorar diferentes tipos de anúncio. Atualmente, existem mais de 20 variações de formato entre cabeçalhos, banners — verticais e horizontais —, arranha-céus, quadrados e retângulos, além de versões responsivas que podem ser colocadas em diferentes posições dos sites.

Existe, ainda, a possibilidade de criar um light box — ou, uma caixa expansível — no YouTube ou veicular anúncios dentro do Gmail, ampliando ainda mais as possibilidades de interação com o seu público.

E como segmentar corretamente?

Por fim, chegamos a um dos pontos mais importantes para garantir que os seus anúncios atinjam os objetivos esperados: a segmentação!

A partir de informações como os dados dos usuários que navegaram no site, das compras realizadas anteriormente ou do resultado de pesquisas de mercado, é possível determinar um perfil de consumidor final e, então, escolher a segmentação que mais se enquadra no planejamento da sua campanha.

Para isso, disponibilizamos aqui alguns insights para sua segmentação de remarketing, mas é importante você se atentar a qual forma de reimpactar usuários é mais eficiente de acordo com a sua estratégia:

  • Usuários que acessaram a página de carrinhos e não finalizaram a compra.
  • Usuários que visitaram determinados produtos e impactá-los com os mesmos produtos visitados ou semelhantes.
  • Segmentação inteligente, ou seja, usuários que se engajaram com o site.
  • Impactar todos os usuários que acessaram o site em determinado período.
  • Usuários que acessaram determinados assuntos na internet e impactá-los com produtos relacionados.

Com tantas possibilidades em mãos, uma boa tática é estabelecer uma segmentação diferenciada para um determinado grupo de anúncios como forma não só de testar o alcance do seu anúncio, mas também de obter uma avaliação mais eficiente de sua estratégia.

Por fim, mas não menos importante, é essencial reforçar a necessidade de realizar um monitoramento constante dos resultados da sua campanha para que você avalie, além do número de conversões, os elementos gráficos que chamam a atenção do público, o tom da mensagem e, também, os pontos de melhoria para que os ganhos sejam ainda mais efetivos.

E você, já utiliza a estratégia de remarketing de display nos seus negócios? Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário e compartilhe a sua opinião conosco!

Continue lendo

Estratégia em redes sociais: você está conversando com seu público-alvo?

Conhecer a fundo o perfil do público-alvo — suas necessidades, desejos e motivações — é primordial para o desenvolvimento de qualquer estratégia em redes sociais de sucesso. No entanto, para muitas empresas, “acertar o tom” da conversa ainda é um grande desafio. Afinal, antes de investir em táticas de venda e apresentação do produto, é […]

Tendências de Social Ads em 2018

Estimulados pela retomada do crescimento econômico, os investimentos em estratégias online prometem ser maiores em 2018. Porém, de nada adianta investir seu dinheiro no ambiente online, sem uma estratégia consistente para captar clientes. Sendo assim, confira a seguir as principais tendências de Social Ads em 2018 para alcançar o sucesso da sua empresa. Limitação do […]

Guia completo para anúncios de search do Google AdWords

O AdWords é uma das principais ferramentas na sua estratégia de marketing digital, pois o Google é a maior plataforma de buscas da internet e com certeza seus potenciais clientes fazem pesquisas relacionadas ao seu negócio por lá. O AdWords possibilita algumas variações de formatos de anúncio, entre os mais utilizados são a Rede de […]

Quais são os processos de Inteligência Competitiva (IC)?

No post anterior, sobre o que é Inteligência Competitiva (IC), você conheceu um pouco acerca da área que se responsabiliza por analisar tendências de mercado, descobrir oportunidades de negócio e também monitorar a concorrência. Em suma, a IC coleta e trata informações e dados disponíveis no mercado, para que eles sejam transformados em análises estratégicas, […]