SEO para Blog - Aumente seus Acessos de Forma Orgânica - Raffcom
 SEO para Blog: Aumente seus acessos de forma orgânica

SEO para Blog: Aumente seus acessos de forma orgânica

O que todo mundo quer é um blog bem estruturado, que tenha conteúdos relevantes para usuários e principalmente aumentar o número de visitas. E para isso acontecer o SEO para blog poderá ajudar.

Já vimos neste post que o SEO ou Search Engine Optimization é a área mais importante para otimização de sites em mecanismos de pesquisa, como o Google, Bing e Yahoo.

SEO para blog é muito importante para quem deseja levar acessos mais qualificados ao site e está presente desde o início do projeto, já que ao otimizar os artigos, eles se tornam mais visíveis para pessoas que pesquisam assuntos relacionados aos conteúdos do blog.

Principais pilares do SEO para blog

O SEO para blog possui dois pilares principais: SEO On Page e SEO Off Page.

O SEO On Page vai envolver diversas estratégias dentro do site que visa melhorar o desempenho do blog para os motores de busca.

Já o SEO Off Page tem como objetivo principal, gerar links externos direcionando para o seu blog, mais conhecidos como linkbuilding.

O novo SEO para blog

2-o-novo-seo-para-blog

Há um tempo atrás quando se falava em SEO para blog se pensava apenas em palavras-chave (muitas palavras-chave mesmo). E com essas otimizações a experiência do usuário era deixada de lado, dando lugar apenas para a intenção de ter a melhor posição nos mecanismos de busca.

Aos poucos, otimizações com foco em palavras-chave foram deixadas de lado devido a atualizações no algoritmo do Google.

Continue lendo, e confira algumas dicas valiosas de SEO para blog, elas irão determinar o sucesso ou o fracasso de suas postagens.

Títulos

No SEO para blog existe o título do post e o título da página, ao dois itens podem fazer o blog se destacar perante a outros artigos e conseguir mais acessos sem alterar nada no conteúdo.

O artigo pode ser o melhor do mundo, responder a todas as questões do usuário, ter imagens perfeitas e vídeos explicativos, mas é o título que vai chamar a atenção do usuário.

Lembre-se: O Google também é atraído por esse item e pelas palavras-chave contidas nele.

Palavras-chave

3-palavras-chave

Como foi dito anteriormente, em tempos atrás a palavra-chave era a principal estratégia de SEO para blog, mas hoje ela sozinha não é suficiente.

O uso incorreto de uma palavra-chave pode ser muito prejudicial para o blog, já que o Google prioriza a experiência do usuário.

Mesmo o uso das palavras-chave sendo apenas mais um item em meio a tantas otimizações, ela possui um peso muito grande nos resultados.

Dicas para uma otimização de palavras-chave

  • Destaque a palavra-chave no início do título da página, este é um dos principais fatores de ranqueamento;
  • Coloque a palavra-chave no primeiro parágrafo do artigo;
  • Faça uma pesquisa de palavras-chave e variantes em ferramentas gratuitas para saber o volume de busca e concorrência. Hoje o Google possui as ferramentas Google trends e a Google keyword planner que auxiliam nesta tarefa.
  • Um estudo realizado pela MOZ mostra que é importante adicionar a palavra-chave nas primeiras 150 palavras do texto;
  • Insira a palavra-chave na meta description;
  • Inclua a palavra-chave na URL;
  • Adicione também em um subtítulo H2;

Otimização de imagens

Conteúdos visuais estão ganhando força na internet, seja em imagens, infográficos ou videos. Se você possui um canal no YouTube leia este artigo de SEO para Youtube.

As imagens entre alguns parágrafos durante um artigo não só servem para deixar o texto ilustrado, mas também para não deixar o leitor desistir da leitura.

Além de imagens serem importantes para blogs, o Google não consegue interpretá-las completamente. Então é preciso que você diga ao Google do que se trata determinada imagem.

É possível descrever as imagens usando a tag alt, assim o Google vai entender do que se trata a imagem e pode mostrá-la no Google imagens, possibilitando assim mais chances de cliques no artigo.

Existem alguns navegadores especiais para pessoas com deficiência visual, e com esse atributo bem configurado é possível fazer com que essas pessoas entendam o que há na imagem.

Se no artigo contém infográficos ou vídeos é recomendável que transcreva todo esse conteúdo. O Viver de Blog possui um bom exemplo de descrição de infográfico.

Dicas para uma boa otimização de imagens no SEO para blog

  • As imagens devem estar hospedadas no mesmo domínio do site;
  • Colocar legendas ou textos próximo das imagens dão ao Google melhor ideia do que se trata;
  • A palavra-chave principal na tag alt é indispensável;
  • Não faça o uso abusivo de palavras-chave na tag alt;
  • Também evite textos muito longos no atributo;
  • Para o blog não ficar lento, salve a imagem para web ou use o site TinyPNG, também disponível em plugin para wordpress.

Tópicos e Subtópicos

As heading tags (h1, h2, h3…) não só servem para o Google entender melhor o seu artigo, mas dividir o conteúdo do blog em tópicos e subtópicos. É importante para não deixar o texto cansativo ao usuário. Falamos mais sobre heading tags nesse post.

Dicas para uma boa otimização de tópicos e subtópicos

  • Insira a palavra-chave principal nos tópicos e subtópicos;
  • É recomendável o uso de pequenos parágrafos de até 300 palavras entre um tópico e outro;
  • Cada página deve ter apenas um H1, e esse H1 precisa ser o título do post.

Meta description

A meta description é um pequeno texto localizado abaixo do título na SERP do Google, ela precisa conter no máximo 155 caracteres e ser chamativa.

Esse texto é usado para descrever o conteúdo de determinada página.

A meta description não influencia diretamente no posicionamento do site, mas é um importante passo do SEO para blog.

Por exemplo, um artigo está na 5ª posição para a principal palavra-chave do segmento de decoração, mas sua meta description está muito mais atrativa do que o primeiro colocado. Automaticamente o artigo da 5ª posição receberá mais cliques.

Com o CTR (taxa de cliques) maior, mais sucesso ele terá nos resultados do Google, e consequentemente os buscadores irão identificar aquele artigo como o mais relevante ao usuário, melhorando assim seu posicionamento.

A palavra-chave principal precisa estar na meta description pois ficará em negrito nos resultados da busca, chamando ainda mais atenção do usuário.

Redirecionamentos de URL

Fazer um redirecionamento 301 é apontar todo o conteúdo de uma página para outra.

Se um blog possui várias URL’s não amigáveis de posts antigos, e agora precisam ser alteradas para URL’s amigáveis, o redirecionamento 301 é a melhor solução.

Com o redirecionamento 301 é possível passar toda a relevância da url antiga para a nova, caso isso não aconteça, a página irá perder toda a relevância e consequentemente perder posições na nova URL.

Os redirecionamentos não servem apenas para passar a relevância de uma página para a outra, ela está ligada diretamente com a experiência do usuário.

Suponha que um usuário havia salvo um link antigo em seus favoritos do navegador, e ao acessá-lo novamente aparece a mensagem de erro 404. Além de perder o conteúdo, é uma péssima experiência.

Quanto mais links quebrados o Google identificar, mais ele vai entender que o site está esquecido, reduzindo aos poucos o nível de autoridade do blog.

Caso o seu blog seja em WordPress, leia este post onde abordo a importância do WordPress para SEO. Nele é listado os melhores Plugins de SEO para Blog, como o Broken link checker, um plugin com a funcionalidade de encontrar os links quebrados do blog, muito útil para essa finalidade.

Linkagem interna

A linkagem interna é bem simples e funcional, é um link que complementa uma informação em seu artigo atual e que já foi abordado em outro momento de seu blog.

Parece ser uma tarefa normal, mas  isso é uma ótima técnica de SEO para blog.

Dicas para a linkagem interna

  • Cada página que for linkada receberá um pouco de autoridade;
  • Use a linkagem interna com moderação;
  • Não fique apenas em links internos, faça uma boa estratégia de linkbuilding;
  • Dar destaque nos links pode aumentar as chances de cliques;
  • Coloque links de posts antigos em novos posts e vice versa;
  • Coloque links importantes fixos na home;
  • O link contextualizado ao longo do artigo possui mais chances de clique.

Concluindo

Durante todo o processo de SEO para blog, foi dada não só a atenção para os algoritmos do Google, mas também para a experiência do usuário.

A experiência do usuário é um dos principais fatores que o Google leva em consideração, e isso vai importar muito mais.

Siga todos os passos citados acima e nunca deixe os usuários terem uma má experiência. Evite pop-ups intrusivos, melhore ao máximo o tempo de carregamento do blog, não deixe o design confuso e certifique-se que o layout é responsivo.

Isso vai fazer com que a taxa de rejeição diminua e o tempo de permanência no site aumente.

Até a próxima!

 

Jackson Belink Analista de SEO

Jackson Belink

Analista de SEO

blog@raffcom.com.br

Cadastre seu e-mail
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Coloque o seu e-mail ao lado para receber as atualizações do blog!
Fique tranquilo, pois nós também odiamos spam. Seu endereço de e-mail não será vendido ou compartilhado.
Continue lendo

Estratégia em redes sociais: você está conversando com seu público-alvo?

Conhecer a fundo o perfil do público-alvo — suas necessidades, desejos e motivações — é primordial para o desenvolvimento de qualquer estratégia em redes sociais de sucesso. No entanto, para muitas empresas, “acertar o tom” da conversa ainda é um grande desafio. Afinal, antes de investir em táticas de venda e apresentação do produto, é […]

Integração entre Google AdWords e Google Search Console

Se você acompanha o nosso blog, provavelmente já deve saber a importância do Google AdWords e o impacto direto que ele pode causar nos resultados da sua empresa. Ao associar uma propriedade do Google AdWords a um site na sua conta do Search Console, é possível ver vários dados dessa importante ferramenta nos seus relatórios […]

10 Traços de liderança que você deve praticar todos os dias

1. Aceite quando você está errado A maioria das pessoas irá negar, apontar o dedo para outras, se fazer de desentendido. Enquanto um líder irá, de cabeça erguida, assumir seu erro. Todas as pessoas erram. Você, seus amigos, o mundo, e principalmente eu já cometemos muitos erros em nossas vidas. Líderes precisam tomar muitas decisões, às […]

Uma Equipe Web mais Organizada, igual a menos Código Bagunçado

É comum trabalharmos com métodos particulares, tanto na organização, na execução das atividades, quanto no método de comunicação, entre outros aspectos que nos distinguem, em nossas vidas profissionais. Mas o que acontece quando levamos essa bagagem cultural a uma equipe com diferentes métodos de trabalho? É fácil imaginar que, vários desenvolvedores escrevendo códigos como acham […]